Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Estudo diz que clubes da Liga Portuguesa são os que menos apostam na formação

O CIES - Observatório do Futebol coloca a Liga Portuguesa no 27º e último lugar no que diz respeito à utilização de jogadores provenientes da formação nos clubes europeus

Tribuna Expresso

MÁRIO CRUZ

Partilhar

Segundo o mais recente estudo do CIES - Observatório do Futebol, divulgado pelo jornal “A Bola”, sobre a aposta dos clubes na formação, Portugal surge no último lugar. O estudo contempla jogadores entre os 15 e os 21 anos que tenham estado pelo menos três épocas nos clubes, em 27 ligas europeias.

Da Liga Portuguesa conclui-se que nenhuma outra competição dos 27 países dá menos minutos aos jogadores “da casa”. A percentagem apresentada é de apenas 4,7%. Em primeiro lugar na tabela surge a Eslovénia, com 26,8%.

Se considerarmos as cinco principais ligas da Europa, grupo do qual a Liga Portuguesa não faz parte, a La Liga é a única acima da média de, com 15,7%. A média do estudo é de 13,2%. A Premier League apresenta uma percentagem de 12,6%, seguida da Ligue 1 (10,5%) e da Série A (5%).

Em termos de clubes, entre os portugueses surge, em primeiro lugar destacado, o Sporting. Ainda assim, no ranking global, os Leões ocupam o 67º lugar. O FC Porto é o segundo em Portugal a dar mais minutos aos seus “miúdos”, sendo que o terceiro lugar, de forma surpreendente vai para o B-SAD. O Benfica de Luís Filipe Vieira e da “aposta na formação” aparece apenas na quinta posição, com 6,8%.