Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Críticas de Fábio Coentrão ao Rio Ave chegaram a Espanha: "É uma vergonha"

O jogador natural de Vila do Conde teceu duras críticas à própria equipa após a derrota com o Santa Clara. Coentrão nunca teve papas na língua e nunca se percebeu bem qual é o seu clube do coração, espalhadas as juras de amor a Benfica, Sporting e Rio Ave. Atualmente no clube da terra, o antigo internacional português não faz cerimónias, como destaca o jornal espanhol "Marca"

Tribuna Expresso

MIGUEL RIOPA

Partilhar

A “Marca” ainda se lembra de Fábio Coentrão no Real Madrid e sublinha que o português sempre disse o que pensava. Muitos anos depois de jogar ao lado dos melhores do mundo, Coentrão está no Rio Ave e continua a não ter problemas em dizer o que pensa. Tanto que o jornal espanhol lhe dedicou uma notícia.

Após a derrota por 1-0 com o Santa Clara, as coisas tornaram-se mais difíceis para o Rio Ave, que arrisca a despromoção. A última vitória dos vilacondenses está lá atrás, no dia 7 de março, quando venceram em casa o Farense por 2-0. Desde então, disputaram 10 jogos que deram seis empates e quatro derrotas. Fábio Coentrão não gostou.

“Muita posse de bola, muito domínio mas isso não vale nada,” desabafou o antigo jogador de Benfica e Sporting. “Precisamos de pontos, isto é muito difícil. Dependemos de nós próprios e temos de acreditar. Temos de conseguir a manutenção, é uma vergonha o que estamos a fazer. Já chega,” transcreve a “Marca” da entrevista do lateral esquerdo à SportTV. “Estar nestas posições com as condições que o Rio Ave nos dá, não pode ser,” conclui o jogador.