Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Guarda-redes de futsal morreu depois de ser atingido por uma bola na zona abdominal

Chamava-se Ricardo Costa e era guarda-redes do Centro Social da Bufarda, equipa amadora de futsal da Atouguia da Baleia. O jogador, que fazia parte da direção do clube, foi atingido na barriga por uma bola e acabou por morrer no dia seguinte, no Hospital de Peniche

Tribuna Expresso

Centro Social da Bufarda

Partilhar

O guarda-redes da equipa do Centro Social da Bufarda foi atingido por uma bola à queima-roupa, na zona da barriga, durante o jogo de futsal com o Centro Social de Évora de Alcobaça, na sexta-feira passada. De acordo com a “Gazeta das Caldas”, citada pelo jornal “Record”, Ricardo Costa, de 25 anos, foi imediatamente assistido pelas equipas médicas dos dois clubes e também dos bombeiros de Peniche.

O jogador foi levado para o Hospital de Peniche e inicialmente tratado como ferido ligeiro. A situação clínica do guarda-redes acabaria por complicar-se. No dia seguinte, Ricardo Costa acabou por falecer, sem que se conheçam as causas ou de que forma a morte do atleta está relacionada com o impacto da bola na zona abdominal.

O clube da Atouguia da Baleia emitiu um comunicado em que lamenta a perda do seu jogador e dirigente. “Guardamos os bons momentos, a amizade e o companheirismo. Até sempre, Ricardo,” pode ler-se. O Centro Social da Bufarda agradeceu também o apoio “de outras equipas e instituições”.