Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Segundo a "Sábado", empresa de Vieira que entretanto faliu gastou 80 mil euros em camarote do Estádio da Luz

A Imosteps, antiga empresa de Luís Filipe Vieira, tem 54 milhões de euros em dívida ao Novo Banco. De acordo com a revista, investiu a quantia de 80 mil euros num camarote para assistir à final da Liga dos Campeões entre Atlético de Madrid e Real Madrid. O departamento de comunicação do Benfica confirma

Tribuna Expresso

ANTÓNIO PEDRO SANTOS

Partilhar

A revista “Sábado” teve acesso a informação que mostra que, apesar de Luís Filipe Vieira ter negado no Parlamento que tenha esbanjado dinheiro, a sua antiga empresa, Imosteps, gastou de forma irresponsável. A empresa aproveitou a “torneira de crédito” do BES e, mais tarde, do Novo Banco.

A companhia tem uma dívida de 54 milhões de euros à instituição bancária. Mesmo assim, diz a revista que a Imosteps foi gastando dinheiro em “pequenas mordomias”, como o camarote no Estádio da Luz para assistir à final da Liga dos Campeões.

Em maio de 2014, de acordo com a “Sábado”, a sociedade de Vieira transferiu 82 mil euros para a Benfica Estádio, entidade gestora do recinto da Luz. O departamento de comunicação do clube admitiu que o motivo da transferência foi a compra de um camarote para assistir ao jogo entre Real Madrid e Atlético de Madrid.