Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Dolores Silva admite dificuldades da seleção portuguesa no próximo jogo. As adversárias são as campeãs do mundo

A internacional portuguesa falou ao site da FPF enquanto porta-voz da seleção feminina. Dolores Silva enumerou os obstáculos que as jogadoras nacionais vão encontrar na madrugada de sexta-feira, quando entrarem em campo em Houston, no Texas, para defrontar a poderosa equipa dos EUA

Tribuna Expresso

A norte-americana Tobin Heath e as portuguesas Dolores Silva e Joana Marchão em 2020

Mitchell Leff

Partilhar

A seleção feminina defronta, na madrugada de sexta-feira, os Estados Unidos. A internacional portuguesa Dolores Silva falou em nome da equipa e admitiu que será um jogo difícil, quanto mais não seja porque a equipa adversária é a campeã do mundo em título, que jogará “em casa”, uma vez que a partida se disputa em Houston, no Texas.

“Vai ser um jogo de máxima exigência para nós,” disse a jogadora do Sporting de Braga. “Temos pela frente as campeãs mundiais, com jogadoras excecionais, referências no futebol feminino. Além disso, estamos em momentos opostos da época. Nós estamos a encerrar uma temporada desgastante, enquanto elas estão no início da época e à procura da melhor forma para disputarem os Jogos Olímpicos,” analisou Dolores Silva em entrevista ao site da FPF.