Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

O Crystal Palace desistiu de Nuno Espírito Santo devido às exigências do ex-técnico do Wolverhampton

O jornal inglês "Daily Mail" avança a notícia do cancelamento das negociações entre o treinador português e o Crystal Palace. Nuno Espírito Santo era o preferido para comandar a equipa londrina mas as exigências do antigo treinador do Wolverhampton deitaram por terra a possibilidade de um acordo

Tribuna Expresso

Chris Brunskill/Fantasista

Partilhar

O Crystal Palace desistiu de tentar contratar Nuno Espírito Santo. O técnico luso era o favorito para suceder ao veterano Roy Hodgson, que decidiu reformar-se. O clube de Londres exprimiu preocupação quanto às exigências feitas pelo treinador português e decidiu terminar as negociações, tendo já outros nomes em vista.

De acordo com o “Daily Mail”, as conversações terminaram na terça-feira à noite, por iniciativa do clube. Segundo o jornal, o facto de a antiga equipa de Espírito Santo, o Wolverhampton, ter terminado a última edição da Premier League apenas um ponto à frente do Crystal Palace fez com que as Águias tivessem recusado ir ao encontro de um conjunto de exigências feitas pelo técnico.

As duas partes estavam em negociações há 10 dias e o Crystal Palace tinha esperança de conseguir chegar a acordo nas próximas 48 horas. A súbita pressa devia-se ao rumor de que o Everton também estaria interessado no antigo guarda-redes. No entanto, o volte-face de ontem fez com que o Palace se virasse para outras possibilidades, deixando o caminho livre para os Toffees.

O “Daily Mail” diz ainda que Nuno Espírito Santo ficou extremamente impressionado com o projeto do clube do Sul de Londres. No entanto, o Everton terá condições melhores para o português, tanto em termos de salário como de disponibilidade financeira para reforçar o plantel dos azuis de Liverpool.