Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Rafael Leão vence o Sporting no TAS. O clube pedia que o avançado fosse suspenso por seis meses

O Tribunal Arbitral do Desporto deu razão ao jogador, considerando que o atleta não deve ser sancionado em termos desportivos, como pretendia o Sporting. O conflito entre as duas partes começou quando Rafael Leão rescindiu com o clube de Alvalade após a invasão de Alcochete

Tribuna Expresso

MIGUEL MEDINA

Partilhar

A defesa do antigo jogador do Sporting mostrou-se satisfeita com a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). O organismo deu razão ao atleta de 22 anos que, dessa forma, se livrou da suspensão de seis meses pretendida pelo clube de Alvalade.

Sofia Vaz Sampaio, representante do jogador, declarou ao jornal “A Bola”: “São ótimas notícias. A última coisa que poderíamos esperar era que o Rafael Leão fosse condenado no plano desportivo. Estamos felizes, sobretudo por ele, e esperamos que seja um bom início para chegar a uma solução com o Sporting”.

Rafael Leão foi um dos jogadores que rescindiram unilateralmente com o clube de Alvalade depois da invasão de Alcochete, de má memória para todos. Alguns dos seus colegas recuaram e permaneceram mais algum tempo no Sporting (Bas Dost ou Bruno Fernandes). Não foi o caso de Rafael Leão, que rumou a Milão para jogar no AC Milan.

Em 2020, o jovem avançado foi condenado a pagar 16,5 milhões de euros ao Sporting. Esse processo ainda não foi dado como encerrado, estando a ser discutido em instâncias judiciais.