Tribuna Expresso

Perfil

Revista de Imprensa

Imprensa italiana insiste que o desejo de Cristiano Ronaldo é terminar a carreira no Sporting

A "Gazzetta Dello Sport" reafirma a vontade de regressar à casa de partida, onde tudo começou para Cristiano Ronaldo. Primeiro, o português terá de regressar a Turim para o último ano de contrato com a Juventus. Há muitos clubes com poderio económico interessados no jogador mas, mesmo esses, vêem-se mais limitados do que nunca para ter uma "jóia" como o futebolista português

Tribuna Expresso

Alexander Hassenstein/Getty

Partilhar

O prestigiado diário desportivo italiano tem-se dedicado bastante a tentar adivinhar o destino de Cristiano Ronaldo, dando implicitamente como certa a sua saída da Juventus. Com Portugal fora do Euro 2020, o tema volta a ter destaque na comunicação social.

No entanto, e segundo o mesmo jornal, Jorge Mendes ainda não fez qualquer proposta à Juventus para que liberte o internacional português. Ronaldo está agora a entrar no último ano de contrato com a Velha Senhora, o que representa um momento delicado para ambas as partes.

Interessados não faltam. Disponíveis para pagar os 31 milhões que Ronaldo recebe por ano em Turim é que são poucos, se é que há algum. Mesmo o Manchester United, que sempre se mostrou de braços abertos para receber o seu antigo prodígio, prepara-se para gastar perto de 100 milhões no inglês Jadon Sancho, do Borussia de Dortmund, o que deve invalidar qualquer operação para resgatar Ronaldo.

Outro possível interessado seria o Paris Saint-Germain, mas o clube francês já tem a sua estrela: Mbappé é bem mais jovem que Ronaldo e a prioridade do PSG é renovar contrato com o jogador que, curiosamente, idolatra CR7.

O que diz a imprensa italiana é que Cristiano Ronaldo quer assinar um contrato que seja válido apenas até 2023, para que o avançado de 36 anos possa terminar a carreira em Alvalade.