Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Maurizio Sarri: “A gestão de Cristiano Ronaldo não é fácil, é como uma empresa multinacional”

O técnico italiano conviveu com Ronaldo durante uma época, na Juventus. Não tem dúvidas em comparar o jogador português com uma grande empresa e de afirmar que Cristiano Ronaldo "tem demasiados interesses pessoais"

Tribuna Expresso

Alessandro Sabattini

Partilhar

O técnico Maurizio Sarri passou apenas um ano na Juventus, em 2019/20. Ganhou o título italiano e debateu-se com uma outra tarefa, quiçá mais exigente. Lidar com Cristiano Ronaldo, o que Sarri, em entrevista ao “Sportitalia”, admite ser complicado.

“A gestão do Cristiano não é fácil, ele é como uma empresa multinacional, com muitos interesses pessoais que têm de ser geridos ao mesmo tempo que os da equipa,” referiu Sarri, acrescentando uma questão que tem pouco a ver com futebol. Ou será que já tem? “Ronaldo tem mais de 200 milhões de seguidores nas redes sociais, isso ultrapassa a equipa e o treinador. É muito complicado.”

Sarri, atualmente na Lazio, admite ser “muito melhor treinador do que gestor”. No entanto, em relação ao português, o técnico admite que “é claro que é um jogador que traz muitas coisas positivas à equipa”.

No entanto, se a Juventus tiver necessidade de deixar sair um dos seus craques, Maurizio Sarri não tem dúvidas: “Se o orçamento a isso obrigar, mais vale deixar sair um jogador do que cinco ou seis”. E o treinador deixa um aviso: “Para continuar com ele [Ronaldo], a equipa tem de ser construída à sua volta”.