Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Bastaram quatro minutos em campo para Olivier Giroud se estrear a marcar pelo AC Milan

Depois de ter sido vendido pelo Chelsea aos italianos por dois milhões de euros - uma pechincha no mundo dos "tubarões" - o francês já mostrou que o Milan fez um bom negócio. Giroud marcou 39 golos com a camisola dos Blues e ganhou a Liga dos Campeões na última época

Tribuna Expresso

Amr Abdallah Dalsh

Partilhar

O negócio entre o Chelsea e o AC Milan pôs muita gente a pensar se o preço de saldo teria algo a ver com uma súbita dificuldade do francês para marcar golos, afinal, o que o tornou conhecido na Europa e no mundo. Bastaram quatro minutos de Giroud ao serviço dos italianos para perceber que não, está tudo igual, a bola continua a entrar nas balizas adversárias.

O francês juntou-se ao AC Milan há duas semanas, depois de ter marcado 39 golos em 119 jogos pelo Chelsea. Antes disso, Giroud jogou pelos rivais do Arsenal, de onde saiu em janeiro de 2018.

O primeiro golo de Olivier Giroud pelo clube italiano aconteceu num particular de pré-época com o Nice. Não foi o suficiente para ganhar o jogo, que terminou empatado 1-1, mas impressionou quem o viu.

A Série A arranca a 23 de agosto e, para além disso, este ano significa o regresso do AC Milan à Liga dos Campeões, competição que dominou nos anos 90 mas onde não põe os pés desde 2013/14. O clube vermelho e negro, que conta com o português Rafael Leão no seu plantel, acabou a última edição da Série A em segundo lugar, atrás do grande rival Inter de Milão, e tem acesso direto à fase de grupos da mais prestigiada competição de clubes da Europa.