Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Neemias, o novo ídolo português da NBA, assume: “Foi difícil deixar o Benfica, por motivos de conforto”

Consciente do privilégio de jogar na NBA, Neemias Queta tem mostrado gradualmente o que vale, numa mistura de humildade e grande ambição. Num evento online, o basquetebolista esteve à conversa com jornalistas portugueses e admitiu que não foi fácil a decisão de sair do Benfica e ir para os EUA jogar numa liga universitária. Os frutos estão à vista

Tribuna Expresso

Reuters

Partilhar

Neemias Queta, o primeiro português a jogar na NBA, esteve numa conversa à distância com a imprensa portuguesa, evento promovido pelo seu novo clube, os Sacramento Kings. O gigante de 2,13 metros tem tido uma entrada gradual no mundo mágico da melhor liga de basquetebol do planeta.

O jornal “A Bola” questionou o jovem luso acerca decisão mais importante que Neemias teve de tomar para cumprir o sonho de jogar na NBA. “Foi ter vindo para os Estados Unidos. Foi uma decisão que custou muito a tomar. (…) Foi difícil deixar o Benfica, por motivos de conforto. Melhorei bastante e tinha a oportunidade de lá ficar. Porém, decidi seguir o caminho universitário na Utah State e deu bons frutos,” explicou o jogador.

O basquetebolista admite que esperava uma proposta, após o draft ter catapultado o seu nome. Neemias assinou um contrato que lhe permite jogar na equipa principal de Sacramento ou numa liga secundária, por um clube satélite dos Kings. O português confessa-se “preparado para jogar nas duas competições”.

“Vai servir para me adaptar à NBA e à rapidez de jogo. Vou conseguir adaptar-me rapidamente,” atira, confiante. Ainda assim, Neemias está consciente das diferenças entre jogar numa liga universitária e partilhar o palco com as maiores estrelas de basquetebol do mundo: “No nível em que estou, a tomada de decisão tem de ser mais rápida”.