Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Cristiano Ronaldo chegou e discursou para o balneário: "Regressei ao Man. United porque amo o clube. Não regressei para ser cheerleader"

O jornal "The Sun" teve acesso ao discurso de Ronaldo no balneário de Old Trafford. O português puxou pelas emoções dos companheiros de equipa, procurando contagiá-los com a sua vontade de ganhar tudo

Tribuna Expresso

Ash Donelon/Getty

Partilhar

Cristiano Ronaldo é capitão da seleção nacional e pode não usar a braçadeira no Manchester United mas a única coisa que lhe falta é mesmo uma tira de pano à volta do braço. Antes da estreia pelos red devils nesta “segunda vida” em Old Trafford, Ronaldo fez um discurso no balneário, algo que o treinador Ole Gunnar Solskjaer já tinha confirmado, cujo conteúdo foi agora revelado pelo jornal "The Sun".

Há poucas coisas que Ronaldo aprecie mais do que vencer troféus. Mas o português fez questão de dizer que, mais do que isso, quer no Manchester United uma “mentalidade vencedora”.

O “The Sun” reproduz a reação de uma fonte: “O discurso de Ronaldo foi muito forte e otimista. O grupo de jogadores e a equipa técnica ouviram-no em silêncio”.

Cristiano terá dito aos companheiros: “Regressei ao Man United por duas razões. A primeira é porque amo o clube. A segunda é porque eu amo a mentalidade vencedora que está espalhada por este clube. Não regressei para ser ‘cheerleader’. Se vocês quiserem ser bem sucedidos, preciso que amem este clube do fundo dos vossos corações”.

“Vocês precisam de comer, dormir e lutar por este clube,” acrescentou o avançado, num discurso a fazer lembrar o filme “Fight Club”. “Joguem ou não, precisam de apoiar os companheiros de equipa e dar sempre 100% pelo clube,” disse Ronaldo.

“Vou dar o meu melhor pela equipa para preciso do vosso apoio. Estão prontos para ir à luta? Estão prontos para deixar ficar tudo em campo?” A resposta dos colegas de plantel foi um aplauso e um 4-1 ao Newcastle.