Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Textor e “Rei dos Frangos” adiam mais uma vez o negócio das ações do Benfica. Agora é até 31 de dezembro

Depois de um primeiro adiamento das negociações entre o americano e José António dos Santos para depois das eleições no Benfica, as partes anunciaram que a operação fica suspensa até 31 de dezembro. O empresário John Textor quer comprar 25% das ações da SAD benfiquista

Tribuna Expresso

Slaven Vlasic/Getty

Partilhar

Segundo o “Jornal de Notícias”, que cita a informação enviada pela Benfica SAD à CMVM, o acordo entre o americano John Textor e o português José António dos Santos para a compra de 25% das ações do Benfica foi novamente adiado.

As duas partes só vão voltar à mesa de negociações em 2022. No primeiro comunicado, o prazo era 15 de setembro. De seguida, em resposta à controvérsia gerada pelo negócio, as conversações passaram para depois das eleições internas. Agora, as conversas entre Textor e o “Rei dos Frangos” estão suspensas até 31 de dezembro.

José António dos Santos terá acordado com John Textor a “venda de um total de 5.750.000 ações ordinárias, escriturais e nominativas, representativas de 25 % do capital social da Benfica SAD”. Segundo o comunicado inicial do organismo, foi adiantada a quantia de um milhão de euros”.

Entretanto, já esta semana, o Benfica terá comunicado ao seu ex-presidente, Luís Filipe Vieira, que foram insuficientes os elementos por este apresentados acerca de um direito de preferência sobre as suas ações.