Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Rooney teve de ligar do telefone do médico para apanhar o proprietário do Derby: clube entrou em insolvência e já perdeu 12 pontos

“Ele atendeu o telefone, por isso obviamente ele podia responder a telefonemas do médico do clube, mas não do treinador. Não era o ideal”, contou o "magoado" Wayne Rooney, no cargo desde novembro de 2020. Apesar da tempestade, o ex-avançado diz que não vai a lado nenhum

Tribuna Expresso

Bradley Collyer - PA Images

Partilhar

Se os pontos conquistados nesta edição do Championship contassem como normalmente contam para todas as equipas, o Derby County estaria em 12º lugar. Mas, devido a problemas financeiros e a ter entrado em insolvência, o organismo que rege aquela prova retirou-lhes 12 pontos. Ou seja, tem pontos negativos (-2) e está obviamente na última posição.

Wayne Rooney é o treinador, sucedeu a Philip Cocu em novembro de 2020, foi ali que terminou a carreira, recuperando a figura de jogador-treinador. Os problemas no Derby não são apenas financeiros, já que a comunicação com o proprietário, Mel Morris, é quase impossível. Rooney não conversa diretamente com ele há mais de seis semanas.

O ex-futebolista do Manchester United decidiu então tentar apanhar Morris ligando-lhe com o telemóvel do médico do clube. “Ele atendeu o telefone, por isso obviamente ele podia responder a telefonemas do médico do clube, mas não do treinador. Não era o ideal”, admitiu Rooney, aqui citado pelo “The Guardian”. É uma situação “desrespeitosa” e que o magoou, acrescentou ainda o ex-internacional inglês, garantindo que sejam "boas notícias ou más notícias" a comunicação é essencial.

O clube foi colocado sob administração e staff técnico e jogadores só souberam de tal situação pela televisão. Na terça-feira, o proprietário reuniu-se finalmente com os protagonistas do clube, jogadores e treinadores, mas Rooney não ficou nada satisfeito com o resultado da conversa.

“Na minha opinião, ele não foi sincero, não foi honesto o suficiente e não foi feito com honestidade suficiente. Ele obviamente que já seguiu em frente, e nós temos de seguir em frente, meter o Mel Morris lá no fundo das nossas cabeças e olhar para a frente”, lamentou.

Os novos administradores, que admitiram dívidas no valor de “dezenas de milhões”, acreditam que o Derby não vai fechar portas e que entretanto será encontrado um comprador, sendo que seis personalidades ou empresas já terão demonstrado interesse na aquisição do clube.

Rooney garantiu na quinta-feira que não tem intenção de abandonar o projeto: "Eu vou lutar pelo clube, não vou deixar o staff ao abandono. Eles precisam de alguem para os liderar."

O Derby, clube fundado em 1884 e campeão inglês duas vezes na sua história, soma duas vitórias e quatro empates em 10 jornadas do Championship, o segundo escalão do futebol inglês. Na Taça da Liga foi eliminado pelo Sheffield United.