Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

"Não joguei bem, mas sabia que ia marcar." A mensagem que Cristiano Ronaldo enviou a Rio Ferdinand em mais uma noite em que foi decisivo

Na noite em que se tornou o futebolista com mais jogos na Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo voltou a ser decisivo, marcando ao cair do pano. O português mostrou que equipa que o tenha em campo arrisca-se a ganhar (quase) sempre. Mas o capitão da seleção nacional sabe que não fez um grande jogo e o amigo Rio Ferdinand confirma

Tribuna Expresso

DeFodi Images

Partilhar

Talvez tenha sido a exibição mais discreta de Cristiano Ronaldo desde que regressou ao Manchester United. Todavia, todos sabemos que o fenómeno luso é quase sempre decisivo, mesmo quando joga menos bem. O Villarreal já metia o empate no saco quando, ao cair do pano de mais uma jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, o madeirense mais famoso do mundo marcou e deu a vitória aos red devils por 2-1.

No fim do jogo, Solskjaer era um treinador satisfeito mas reconheceu que a estrela maior da sua equipa esteve abaixo do esperado. No entanto, o norueguês optou por mantê-lo em campo e Ronaldo deu-lhe razão.

Grande amigo do português, Rio Ferdinand, que partilhou o balneário do United com um muito jovem Cristiano, na sua primeira passagem por Old Trafford, comenta os jogos da antiga equipa para a BT Sport. O ex-internacional inglês não teve problemas em revelar que tinha trocado mensagens com CR7 após o jogo e que o português admitiu: “Não joguei bem, mas sabia que ia marcar”.

Cristiano Ronaldo tornou-se na quarta-feira no jogador com mais encontros na Liga dos Campeões, com 178 jogos, ultrapassando Iker Casillas.