Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

"The Athletic" diz que Tottenham pode despedir Nuno Espírito Santo sem custos se os spurs falharem o "top seis". Clube nega

Segundo a publicação, o clube londrino pode livrar-se do treinador português sem ter de pagar qualquer indemnização, caso Nuno Espírito Santo falhe a entrada dos spurs no grupo dos seis primeiros da Premier League

Tribuna Expresso

Nigel French - PA Images

Partilhar

Alegadamente, Nuno Espírito Santo pode sair do Tottenham de mãos a abanar, se essa for a vontade da direção do clube no próximo verão. Caso os spurs não terminem a temporada nos seis primeiros lugares da Premier League, ou seja, não se apurem diretamente para as principais competições europeias, Nuno poderá ser despedido sem direito a indemnização. O “The Athletic” dá a conhecer a existência da cláusula no contrato do português, mas o clube nega tudo.

O surgimento de notícias como esta leva também a crer que o lugar do técnico está pouco seguro, mesmo depois do alívio que foi a vitória sobre o Aston Villa por 2-1, no domingo. O Tottenham vinha de uma série de três derrotas consecutivas, incluindo um dérbi do Norte de Londres frente ao Arsenal.

Neste momento, em mais uma pausa para jogos das seleções, os spurs estão no oitavo posto da Premier League. No entanto, estão apenas quatro pontos atrás dos líderes, os vizinhos do Chelsea.

Segundo o “Daily Mail”, não é claro que uma presença na Liga Conferência Europa segure o lugar do técnico. O Tottenham não precisa de acabar entre os seis primeiros para chegar à menos valiosa competição europeia, mas a mais recente competição da UEFA é claramente pouco condizente com o prestígio do clube.

O presidente do clube, Daniel Levy, terá negociado a cláusula no verão passado, aquando da chegada de Espírito Santo. No entanto, o “Daily Mail” ouviu de fonte segura que essa opção não existe no contrato do antigo treinador do Wolverhampton.

O jornal inglês refere também que o técnico de 47 anos não foi a primeira escolha da direção do Tottenham para suceder a José Mourinho. No entanto, a verdade é que Espírito Santo começou bem o seu reinado londrino, com vitórias sobre o Manchester City, o Wolves e o Watford. Os spurs chegaram a estar no comando do Premier League, mas o vento mudou rapidamente de direção com as três derrotas que valeram, ao todo, nove golos sofridos.

Na Liga Conferência Europa, o Tottenham venceu o Mura, da Eslovénia, equipa demasiado modesta para dar "pontos" à causa do técnico. A já referida vitória sobre o Aston Villa, mais relevante, permitiu a Nuno Espírito Santo respirar de alívio, por enquanto. No final do jogo, era notória a satisfação do técnico, principalmente tendo em conta que o clube de Birmingham até marcou o primeiro golo. “A reação foi muito, muito boa,” afirmou o português, esperando que a direção do clube concorde com ele.