Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

John Textor insiste em reunir-se com o novo presidente do Benfica: “Creio que o Sr. Costa merece alguns dias de paz, ainda não o procurei”

O empresário norte-americano não desistiu ainda de comprar uma parte significativa da SAD benfiquista. John Textor quer ser recebido por Rui Costa, depois das eleições que legitimaram este último como presidente do Benfica. De acordo com o jornal "A Bola", o empresário está disponível para rever a proposta que fez, para ir ao encontro dos interesses da direção encarnada

Tribuna Expresso

John Textor

Slaven Vlasic

Partilhar

O empresário que até há pouco tempo era completamente desconhecido dos portugueses mantém acesa a vontade de investir no Benfica. John Textor foi entrevistado pelo jornal “A Bola” e mostrou-se “ansioso por essa oportunidade”.

O norte-americano esteve atento ao escrutínio que oficializou Rui Costa como presidente e acredita que conseguirá convencer a nova direção do Benfica a abrir-lhe a porta. “Creio que o Sr. Costa merece alguns dias de paz depois das eleições, por isso ainda não o procurei,” admitiu Textor.

O investidor mostrou-se “disponível para viajar até Lisboa num curto espaço de tempo, assim que ele [Rui Costa] estiver pronto para conversar”. Ou seja, mantém-se intacta a vontade do norte-americano e dir-se-ia que a sua esperança sai reforçada ao ver um presidente mais jovem, antiga estrela do futebol global, à frente do Benfica.

John Textor quer conversar sobre a compra de 25 por cento da SAD encarnada a José António dos Santos, conhecido como “Rei dos Frangos” e maior acionista privado do Benfica. Para já, Textor admite que não tem viagem marcada para a capital portuguesa, mas presume-se que virá imediatamente no caso de os novos dirigentes do clube da Luz o chamarem.

  • Rui Costa é o novo presidente do Benfica. Ganhou as eleições com 84,48% dos votos
    Benfica

    Rui Costa foi eleito como o 34.º presidente da história do clube da Luz e sucede, agora nas urnas, aos quase 18 anos que o Benfica passou sob a liderança de Luís Filipe Vieira (que apareceu e falou). Pouco mais de 40 mil sócios do clube exerceram o direito de voto e ultrapassaram os registos da eleição anterior, de outubro de 2020. Veja aqui como foi o ato eleitoral mais concorrido da história do Benfica