Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Unai Emery admite interesse do “novo” Newcastle e, mesmo “sem propostas”, continua a aperfeiçoar o inglês

O treinador basco falhou no Arsenal, mas nunca escondeu o desejo de voltar a trabalhar em Inglaterra e o esforço para melhorar os dotes linguísticos pode agora dar frutos. O Newcastle dos milhões quer que suceda a Steve Bruce como treinador e Emery até admite que sabe do interesse, embora ainda não tenha propostas concretas

Tribuna Expresso

JACK GUEZ/Getty

Partilhar

O técnico do Villarreal não deixa de sonhar com a Premier League. Minutos depois de levar o submarino amarelo a bom porto com uma vitória sobre os suíços do Young Boys, para a Liga dos Campeões, Unai Emery não teve problemas em assumir que conhece o interesse dos ingleses, embora acrescentando que não tem nenhuma proposta concreta.

“Tenho tentado ficar longe do ruído,” começou por dizer o antigo treinador do Arsenal. “Estou concentrado no Villarreal e não estou a pensar em sair,” disse, na conferência de imprensa pós-jogo. Mesmo depois do falhanço nos gunners, Emery nunca deixou as aulas de inglês.

Em maio de 2020, ao deixar Londres, o técnico admitiu ao “Daily Mail”: “Aprendi muito no Arsenal, com a experiência na Premier League. Vou continuar a praticar e a melhorar o meu inglês porque isso pode ajudar-me a voltar. E se eu voltar será cheio de entusiasmo porque penso que [a Premier League] é uma liga magnífica”.

Depois do percalço londrino, o treinador chegou ao Villarreal para inverter a tendência negativa da sua carreira. No verão passado, levou os espanhóis ao primeiro troféu europeu, batendo o Manchester United na final da Liga Europa. Na Supertaça Europeia, Emery obrigou o Chelsea a chegar aos penáltis. O “Daily Mail” diz que, se regressar a Inglaterra, o técnico de 50 anos “estará mais sábio”.