Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Quem se lembra de Shikabala? O Sporting, que ainda mantém uma guerra em tribunal por causa do antigo jogador

O jogador egípcio deixou poucas saudades em Alvalade. De facto, para isso acontecer, era preciso que os 13 minutos que passou em campo com a camisola do Sporting, em 2014, tivessem sido memoráveis. No ano seguinte, regressou à equipa de onde tinha saído, o Zamalek, e o negócio deu origem a um conflito que ainda continua entre os clubes

Tribuna Expresso

Jamie Squire - FIFA

Partilhar

De acordo com o jornal “Record”, o jogador que custou 180 mil euros ao Sporting, em 2014, já vale mais de um milhão. A culpa é do conflito judicial que opõe o clube português aos egípcios do Zamalek. Um ano depois de ser contratado, Shikabala acumulara apenas 13 minutos em campo pelo Sporting e regressou ao local de partida, ou seja, o histórico clube egípcio.

Neste momento, o Sporting estará em vantagem no combate que dura há seis anos. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), sediado na Suíça, considerou mais uma vez que o Zamalek não cumpriu o acordado entre os dois clubes e deve à SAD leonina uma parte do dinheiro que deveria ter sido pago por Shikabala.

MAHMOUD KHALED/Getty

A imprensa egípcia, citada pelo “Record”, anuncia que o Zamalek foi multado pelo TAD e terá de somar 350 mil euros ao valor que já era devido.

No passado mês de março, o campeão egípcio deixou passar o prazo para pagar 670 mil euros ao Sporting. No total, juntando ao montante acordado a multa do tribunal, pode considerar-se que o jogador já atingiu o valor de um milhão de euros, muito acima do que Shikabala demonstrou em campo naqueles 13 minutos. O extremo, porém, esteve presente no Mundial de 2018, ganhou títulos no Zamalek e até disputou uma final da Liga dos Campeões africana.