Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Quer ser diretor desportivo do Atlético e analisou João Félix: “É buenísimo, vê-se que há magia neste miúdo”, diz Juanfran

O ex-futebolista acredita que o português pode chegar ao nível de Haaland e Mbappe. "Com a qualidade e a capacidade que tem, só tem de estar centrado em trabalhar, trabalhar e trabalhar. Sei que está a melhorar pouco a pouco. Temo-lo nós e estamos a disfrutar", admitiu Juanfran, em entrevista à "Marca"

Tribuna Expresso

NurPhoto

Partilhar

Juanfran, o lateral direito que chorou e pediu desculpas aos adeptos depois de falhar um penálti numa final da Champions, voltou a falar em João Félix e anunciou que tem o objetivo de ser diretor desportivo do Atlético de Madrid, um cenário que não é para já.

“Penso que pode chegar a esse nível”, disse em entrevista à “Marca”, quando questionado sobre se João Félix pode comparar-se a Haaland e Mbappe. “Com a qualidade e a capacidade que tem, só tem de estar centrado em trabalhar, trabalhar e trabalhar. Ele tem magia e qualidade. Sei que está a melhorar pouco a pouco. Que continue com essa capacidade, [que] não escute coisas que o possam distrair. É buenísimo. De fora vê-se que há magia neste miúdo. Temo-lo nós e estamos a disfrutar.”

Juanfran, que defende que o Atlético tem “o melhor plantel de Espanha”, admitiu na entrevista ao diário desportivo espanhol que no horizonte vê o cargo de diretor desportivo dos colchoneros.

“O Andrea [Berta] não tem de ficar preocupado com nada, vem demonstrando que faz um grande trabalho. O meu momento chegará, não há pressa, já que acabo de deixar o futebol profissional. Continuo a jogar num nível não profissional, algo que vou ter porque o futebol e a minha família são o mais importante. Tenho de me formar, tenho experiência, mas tenho de me formar, de ir dando passos até ao objetivo final que é ser diretor desportivo do Atlético. Esse é o meu objetivo final, mas antes há que dar passos prévios. Mas há passos prévios, muito trabalho, que há que fazer a partir da humildade”, explicou.