Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Revista de Imprensa

Payet foi atingido por uma garrafa de água e o Lyon-Marselha durou cinco minutos

Um dos jogos grandes da Ligue 1 acabou pouco depois de ter começado. Adeptos do Lyon arremessaram vários objetos contra Dimitri Payet, do Marselha, e uma garrafa de água acabou por atingir o jogador. O árbitro interrompeu o jogo, cinco minutos depois de ter começado. As equipas recolheram ao balneário e o Marselha nunca mais voltou

Tribuna Expresso

John Berry

Partilhar

Seria um clássico de domingo entre dois históricos do futebol francês, representantes de duas das maiores cidades do país. Não chegou a haver tempo para confirmar se o jogo ia ser bom. Graças ao mau comportamento de alguns adeptos do Lyon, jogadores e equipa técnica estiveram cinco minutos em campo.

O internacional francês Dimitri Payet, do Marselha, foi o primeiro a sentir na pele – literalmente – que talvez aqueles adeptos não estivessem ali para ver futebol. Aos cinco minutos, quando se preparava para marcar um canto, Payet foi atingido por uma garrafa de água – cheia, diga-se – e o caldo entornou. O árbitro suspendeu imediatamente a partida e ambas as equipas recolheram ao balneário, deixando os autores da “brincadeira” a olhar para um relvado vazio.

Depois de uma longa espera, o árbitro mandou chamar as equipas para que o encontro prosseguisse. Diga-se que o juiz mostrou sempre alguma resistência ao reatamento do jogo, por sentir que não estavam reunidas as condições necessárias à segurança dos jogadores. Mesmo depois de, segundo o jornal “L’Équipe”, o autor do arremesso ter sido identificado e levado pelas autoridades. O Lyon voltou, o Marselha não. Duas horas mais tarde, perante a resistência do clube visitante, o jogo foi terminado.

Tanto o objeto arremessado como o alvo não terão sido aleatórios. Em Nice, no passado mês de agosto, Payet já tinha sido protagonista de uma situação que também envolveu garrafas de água. No entanto, nesse caso, foi o jogador de 34 anos a atirar o objeto para a bancada. A atitude do atleta espicaçou os adeptos, que invadiram o relvado, provocando uma penalização ao clube da casa. Foram retirados dois pontos ao Nice, um deles suspenso, e Payet foi suspenso por um jogo.

No primeiro jogo da época, entre Montpellier e Marselha, Valentin Roniger, companheiro de equipa de Payet, sofreu um corte no lábio devido a uma garrafa de água atirada por adeptos do clube da casa.

Em relação ao triste episódio de domingo, o presidente do Lyon fez questão de enviar “um pedido de desculpa” ao internacional francês, acrescentando: “O autor do incidente foi imediatamente denunciado e detido. Foi um ato isolado”.

E disse ainda: “Os nossos jogadores seguiram as indicações do senhor Buquet [o árbitro] e regressaram ao relvado para aquecer. O árbitro mudou de ideias e eles regressaram ao balneário. Eles [os jogadores do Lyon] esperaram pela decisão final e aceitaram-na,” esclareceu o líder do clube da casa.