Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

“Dinheiro nunca é problema no balneário e os jogadores inteligentes da Juve percebem que o Ronaldo tem de ter um salário...diferente”

Marcello Lippi, antigo treinador da Juve e ex-selecionador de Itália, fala sobre a eventual contratação de Ronaldo pela Juventus

Tribuna Expresso

VCG

Partilhar

Às tantas na sua vida, Marcello Lippi quis trocar a Europa pela China, pelo que tudo o que fez antes dessa escolha parece agora distante - só que Lippi não é um treinador qualquer. Pela Juventus, o italiano conquistou 13 títulos (cinco campeonatos, uma Taça de Itália, quatro Supertaças de Itália, uma Liga dos Campeões, uma Supertaça Europeia e uma Taça Intercontinental); e, como selecionador de Itália, foi Campeão do Mundo em 2006.

Portanto, se Lippi fala, convém ouvir. O tema é Cristiano Ronaldo e a questão que se levanta é o dinheiro que o português poderá vir a ganhar na Juventus: 120 milhões de euros divididos em quatro épocas. Para Marcello, isso não é um problema. “Na Juve, há jogadores inteligentes - por serem assim é que vence. E, portanto, eles percebem que o Ronaldo tem de ter um salário... diferente dos outros. Aliás, eles também sabem que há patrocinadores, mas o fator económico é o último dos problemas num balneário”.

O que se devia debater, disse Lippi à “Radio Rai”, era o futebolista e não o ordenado. “Do ponto de vista técnico, ele é um jogador excecional, que pode fazer mais três ou quatro anos a um nível altíssimo. Os adeptos italianos, todos, deviam estar contentes de poder ver um grande jogador no nosso campeonato. Talvez ele possa trazer outros com ele. O Ronaldo transformou-se num avançado puro e tem uma percentagem de eficácia fenomenal”.