Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

Sarri e Ronaldo: “Eu venho dos anos 90, em que os diletantes de então também reagiam mal às substituições. Não há nada a esclarecer”

O treinador da Juventus, Maurizio Sarri, admitiu que o português não está a 100% e que não jogará contra a Atalanta no sábado, para a Serie A. “O objetivo é tê-lo ok para o jogo com o Atlético de Madrid”

Tribuna Expresso

Massimo Pinca

Partilhar

Maurizio Sarri, treinador da Juventus, abordou o tema Cristiano Ronaldo que, no final do encontro Luxemburgo - Portugal, garantiu não ter problemas com o técnico, admitindo, apenas, não gostar de ser substituído - e confessando estar a jogar condicionado por problemas físicos. Na véspera do jogo com a Atalanta, Sarri esclareceu, mais ou menos, a situação: “Não são precisos esclarecimentos. Eu já cá andava nos anos 90 e, entre os diletantes de então, as reações dos que eram substituídos eram as mesmas. Se fosse esclarecer a situação, passava a vida a fazer isso. Isto não é um problema”.

Todavia, Maurizio Sarri admite que Cristiano não está bem. “O problema é que no primeiro jogo com Portugal ele já se sentia melhor, mas no segundo jogo voltou a ter os mesmos problemas que tivera connosco. Portanto, estamos a tentar curar esta maleita que o está a condicionar, até mentalmente, fazendo-o treinar na mesma. O objetivo, agora, é pô-lo ok para o jogo com o Atlético de Madrid, para a Liga dos Campeões. Está a fazer um programa à parte, mas é quase certo que não jogará amanhã [sábado]. É quase certo 99% que não jogará”.