Tribuna Expresso

Perfil

Ronaldo

Covid-19. Ronaldo deixou Portugal de avião-ambulância privado

O capitão da seleção portuguesa estava desde terça-feira em isolamento na Cidade do Futebol, em Oeiras, depois de ter testado positivo ao novo coronavírus

Lusa

JONATHAN NACKSTRAND

Partilhar

O futebolista português Cristiano Ronaldo, que testou positivo à covid-19, deixou esta quinta-feira Portugal, a bordo de um avião-ambulância privado, que partiu do aeródromo de Tires.

O capitão da seleção portuguesa estava desde terça-feira em isolamento na Cidade do Futebol, em Oeiras, depois de ter testado positivo ao novo coronavírus.

Ronaldo estava no estágio da seleção portuguesa, depois de ter defrontado a Espanha (0-0), em jogo particular, no dia 7 de outubro, em Lisboa, e a França (0-0), no domingo, em Saint-Denis, para a Liga das Nações, tendo sido dispensado do encontro de hoje, diante da Suécia, também para a Liga das Nações.

O avançado da Juventus deverá regressar a Itália, onde vai cumprir as regras de isolamento definidas, falhando também os próximos encontros da equipa italiana para o campeonato e Liga dos Campeões.

O avançado partiu do aeródromo de Tires num avião ambulância privado rumo a Turim cerca das 13h30.

Ronaldo é o terceiro jogador da seleção lusa infetado com o novo coronavírus, depois de José Fonte e Anthony Lopes, que já tinham sido dispensados dos trabalhos da equipa das quinas.