Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ronaldo

Ronaldo põe o dedo na ferida: “má prestação”, “longe do aceitável”. Sem “excelência no relvado” a Juventus não vai lá

Cristiano Ronaldo rejeita encontrar qualquer desculpa para o desfecho da partida, referindo que a Juventus tem de dar mais no campo

Lusa

Daniele Badolato - Juventus FC

Partilhar

O internacional português Cristiano Ronaldo afirmou hoje que a Juventus não pode aceitar “nada menos do que a excelência”, depois de o campeão italiano de futebol ter sido derrotado na terça-feira em casa pela Fiorentina, por 3-0.

“Com uma má prestação e um resultado longe do aceitável, encerrámos o nosso calendário de 2020, um ano especial por diversos motivos. Estádios vazios, protocolos contra a covid-19, jogos adiados, paragens longas e um calendário muito apertado”, disse Ronaldo nas suas redes sociais.

A equipa ainda não tinha perdido para o campeonato, em 13 jogos, mas acabou por receber em vésperas de natal uma prenda 'amarga' da formação 'viola', a deixar os homens de Turim já a sete pontos do líder AC Milan.

Cristiano Ronaldo rejeita encontrar qualquer desculpa para o desfecho da partida, referindo que a Juventus tem de dar mais no campo.

“Nós sabemos que temos de dar mais de nós, de maneira a jogar melhor e a ganhar de uma forma mais consistente. Nós somos a Juventus, e não podemos aceitar nada menos do que a excelência no relvado”, acrescentou.

O avançado português afirmou ainda que espera que a paragem permita que a equipa volte “mais forte e mais unida do que nunca”.

“Esta época está longe de terminar e acreditamos que no fim vamos vencer, mais uma vez, e celebrar com os nossos adeptos. Acreditem em nós, confiem na nossa equipa, assim como nós confiamos em vocês”, concluiu.