Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ronaldo

801 x Cristiano Ronaldo = mais uma barreira quebrada pelo maior goleador da história

Com o hat-trick feito ao Luxemburgo, o capitão da seleção ultrapassou as oito centenas de golos na carreira (tem agora 801), no dia em que cumpriu o 1.103.º jogo. Ronaldo tem 36 anos, está a realizar a vigésima temporada da carreira e, em março, já batera Pelé como o jogador com mais golos oficiais na carreira

Lusa e Tribuna Expresso

NurPhoto

Partilhar

Cristiano Ronaldo ultrapassou, na terça-feira, os 800 golos desde que se tornou profissional, em 2002/03, ao lograr um hat-trick na receção ao Luxemburgo (5-0), de apuramento para o Mundial 2022.

Ao superar a barreira das oito centenas de golos, o português estende a diferença para Pelé como o jogador com mais golos oficiais da história, marca que já conseguira em março, ainda pela Juventus — e que, na altura, justificou uma troca de mensagens e elogios nas redes sociais com aquele a quem chamam o Rei.

Na altura, Ronaldo chegou aos 757 golos. Esta terça-feira, no Estádio Algarve, o capitão da seleção nacional marcou um hat-trick que o fez superar a barreira dos 800 na carreira e ficar com 801, graças aos golos que marcou aos oito, 13 e 87 minutos, os dois primeiros de penálti. Fê-lo no dia em que cumpriu o 1.103.º jogo oficial desde a estreia pelo Sporting, em 14 de agosto de 2002.

Nesse dia, Cristiano Ronaldo, então com 17 anos, começou no banco a receção ao Inter Milão, para a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, entrando aos 58 minutos, em substituição do espanhol Toñito, num jogo que acabou 0-0.

Quanto ao primeiro golo, surgiu ao sétimo jogo em 2002/03, em 7 de outubro de 2002, dia em que ‘bisou’ na receção ao Moreirense, na sexta jornada do campeonato luso, com golos apontados aos 34' e 90' +5 minutos, numa vitória por 3-0.

Foram os dois primeiros, de um total que já vai em 800, sendo que mais de metade foram conseguidos com a camisola do Real Madrid: foram 451, em 438 jogos, registo impressionante que faz de Ronaldo o melhor marcador da história dos ‘merengues’.

Em nove temporadas, de 2009/10 a 2017/18, o português derrubou todas as lendas do clube mais titulado do Mundo, como Emilio Butragueño, Francisco Gento, Hugo Sánchez, Ferenc Puskás, Carlos Santillana, ‘dom’ Alfredo Di Stéfano e Raúl González.

É, inquestionavelmente, um dos grandes feitos da carreira profissional do futebolista madeirense, que está a cumprir a 20.ª temporada como sénior.

Antes de ingressar no Real Madrid, Cristiano Ronaldo tornou-se um craque mundial no Manchester United (2002/03 e 2008/09), clube ao qual está agora de volta, totalizando 123 golos, cinco já na presente temporada, em 298 encontros.

Se foi mudando de clube, escolhendo sempre os ‘maiores’ desde que deixou o Sporting, o futebolista nascido em 05 de fevereiro de 1985 tem, transversalmente, uma longa carreira ao serviço da seleção lusa, pela qual já vai em 115 golos, em 182 jogos.

Ao nível de seleções, nenhum jogador marcou tanto como Ronaldo, que ascendeu ao topo em 2021: igualou o iraniano Ali Daei na fase final do adiado Euro 2020, face à França (2-2), e, depois, ultrapassou-o com um bis à Irlanda (2-1), em jogo de apuramento para a fase final do Mundial de 2022.

O internacional luso superou a centena de golos por Real Madrid, Manchester United, seleção lusa e também pela Juventus, ao serviço da qual marcou 101 tentos, em 134 jogos.

Ronaldo ingressou na Juventus em 2018/19 e ainda representou a formação italiana na jornada inaugural da Serie A 2021/22, no reduto da Udinese (2-2), antes de, em 27 de agosto, ser confirmado o seu regresso aos red devils.

Os restantes golos do avançado português como profissional foram marcados pelo Sporting (cinco, em 31 jogos, em 2002/03) e pelas seleções de sub-21 (três, em 10, em 2002/03), sub-20 (um, em cinco, em 2002/03) e olímpica (dois, em três, em 2004/05).

No total, são 801 golos, em 1.103 jogos, sendo que, somando apenas os jogos em equipas principais, de seleções e clubes, o registo é de 795 tentos, em 1.083 encontros.

Os 801 golos de Cristiano Ronaldo:

Sporting (2002/03): 31 jogos e 5 golos
Sporting B (2002/03): 2 jogos e 0 golos
Manchester United (2003/09 + 2021/22): 298 jogos e 123 golos
Real Madrid (2009/2018): 438 jogos e 451 golos
Juventus (2018/2022): 134 jogos e 101 golos

Seleção sub-21 (2002/2003): 10 jogos e 3 golos
Seleção sub-20 (2002/2003): 5 jogos e 1 golo
Seleção olímpica (2004/2005): 3 jogos e 2 golos
Seleção ‘AA’ (desde 2003): 182 jogos e 115 golos

Total: 1103 jogos e 801 golos