Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

"Siiii", "viva Portugal, viva a seleção c...": foi assim a festa nos Aliados

Não foi propriamente uma grande festa, porque foi curta e intensa, coisa de dez, quinze minutos. Começou desde o momento em que os jogadores da Seleção entraram no autocarro, no Dragão, rumo à Avenida dos Aliados para serem vitoriados pelos adeptos. Subiram à varanda dos Paços do Concelho, no Porto, e foi Cristiano Ronaldo quem liderou a apresentação: falou em nome próprio, agradeceu o apoio, e depois foi passando o microfone de mão em mão, de Fernando Santos a Fernando Gomes a Guedes e a Pepe. E assim se festejou o segundo título internacional de Portugal A

Mariana Cabral, Lídia Paralta Gomes e Pedro Candeias

NurPhoto

Partilhar

23h44: A festa foi curta e intensa, os jogadores despedem-se dos adeptos e encaminham-se rapidamente para o autocarro. Ronaldo leva o troféu nos braços, põe um cachecol da Seleção na cabeça e sobe para o bus que diz "Todos por Portugal".

23h41: Canta-se a Portuguesa, agradece-se a presença do público, tiram-se selfies na varanda. Hà drones, câmaras, Xutos & Pontapés.

23h39: Apresentando Gonçalo Guedes, jogador que marcou o golo. "Quero dar os parabéns a toda a equipa, somos uns justos vencedores". O público delira em baixo e a Câmara Municipal do Porto está pintada com as cores do país.

23h38: Ronaldo lidera a comitiva, passando o microfone de mão em mão. Fernando Gomes, presidente da FPF, falou depois do carque e do selecionador. Agora, é Pepe: "Isto representa muito para o nosso país. Representamos o país todo e não só a região do norte. Viva a seleção car...."

23h36: Fernando Santos: "Obrigado Portugal, obrigado cidade do Porto"

23h33: "Siii", grita Cristiano Ronaldo, que lidera a comitiva com o microfone na mão. "Nós somos campeões, campeões, nós somos campeões. Sem vocês isto não era possível. Sentimos a vossa energia"