Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

Podence promete “fantasia” na seleção e confessa “alívio” por acordo com o Sporting

Em estreia na seleção A, Daniel Podence falou sobre a sua integração e também sobre o acordo entre Sporting e Olympiacos: "Fiquei muito contente com o acordo entre os dois clubes e por o Sporting ter ganhado algum bom dinheiro por mim"

tribuna expresso e lusa

RODRIGO ANTUNES

Partilhar

Daniel Podence afirmou hoje que ficou surpreendido com a primeira chamada de Fernando Santos e considerou que pode acrescentar "fantasia" à seleção portuguesa de futebol, nos jogos com Sérvia e Lituânia, de apuramento para o Euro2020.

"É uma grande felicidade. Não estava à espera, mas fiquei muito feliz. É a minha primeira vez, num grupo de jogadores tão forte e conhecido como é o de Portugal", afirmou Podence, em conferência de imprensa, minutos antes de mais um treino da seleção nacional na Cidade do Futebol, em Oeiras.

A cumprir a sua segunda temporada no Olympiacos, o extremo de 23 anos considerou que está um "jogador mais maduro" e "conhecedor do futebol", tendo evoluído muito desde que começou a atuar no emblema grego.

"Na seleção, penso que posso acrescentar fantasia. Posso acrescentar também jogo de linha", referiu.

Podence, que foi formado no Sporting, admitiu que vai emoldurar a sua camisola, caso seja utilizado por Fernando Santos em algum dos próximos dois jogos, e revelou que o capitão Cristiano Ronaldo tem ajudado à sua integração na equipa.

"Não o conhecia pessoalmente. Recebeu-me muito bem. Tem falado comigo todos os dias e fez-me sentir bem. Isso tem sido importante", contou.

Portugal defronta a Sérvia, em Belgrado, no sábado, e viaja até à Lituânia, na terça-feira, em dois jogos que poderão ser determinantes na luta pelo apuramento direto para o próximo Europeu.

No arranque do apuramento, a formação portuguesa somou dois empates caseiros, com Ucrânia (0-0) e Sérvia (1-1).

A seleção lusa, atual detentora do título, segue no quarto e penúltimo lugar do Grupo B, com apenas dois pontos, embora tenha menos dois jogos do que a Ucrânia, que lidera com 10, e o Luxemburgo, segundo, com quatro.

Com mais um jogo do que Portugal, a Sérvia é terceira classificada, também com quatro pontos, enquanto a Lituânia segue em último, com apenas um ponto.

Os dois primeiros lugares do agrupamento dão acesso direto ao Euro2020. Caso falhe a qualificação no grupo, Portugal tem, pelo menos, assegurada a presença no ‘play-off', via Liga das Nações.

Alívio por acordo com o Sporting

Podence, um dos jogadores que rescindiu unilateralmente com o Sporting no ano passado, mostrou-se hoje "aliviado" por o clube de Alvalade ter chegado a acordo com o Olympiacos, no que foi um "processo desgastante".

"Foi o culminar de um processo desgastante. Fiquei muito contente com o acordo entre os dois clubes e por o Sporting ter ganhado algum bom dinheiro por mim. Fico feliz e aliviado por tudo ter acabado bem", afirmou Podence.

Na segunda-feira, Sporting e o Olympiacos chegaram a acordo para a transferência do extremo de 23 anos para a equipa grega, que se comprometeu a pagar sete milhões de euros.

De acordo com comunicação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Sporting revelou que, "na presente data, celebrou um acordo com Olympiacos FC e com o jogador Daniel Podence, nos termos do qual o referido clube grego se comprometeu pagar à Sporting SAD a quantia de sete milhões de euros".

Na nota, a SAD 'leonina' deu conta de que as partes "renunciaram a quaisquer direitos de que pudessem ser titulares em virtude do contrato de trabalho desportivo celebrado entre o jogador e a Sporting SAD, bem como em virtude da resolução unilateral promovida pelo jogador".

O antigo jogador do Sporting foi um dos que rescindiu o seu contrato em consequência dos incidentes de Alcochete do ano passado e estava em litígio com o clube 'leonino'.

A surpresa chama-se Podence. Os regressados são Renato Sanches e Daniel Carriço

Fernando Santos divulgou a lista dos 25 jogadores para os encontros com a Sérvia (7 de setembro) e a Lituânia (10 de setembro), ambos fora e a contar para a qualificação rumo ao Europeu 2020, em que Portugal ainda não venceu