Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

“Conheço o Bernardo há anos, não faz sentido acusá-lo de algo tão grave”

João Mário abordou o tema Bernardo Silva e também o seu regresso às convocatórias na conferência de imprensa desta terça-feira, a propósito do Portugal-Luxemburgo que se disputa na próxima sexta-feira

Lusa e Tribuna Expresso

AFP Contributor

Partilhar

O médio João Mário afirmou hoje que foi "duro" ter ficado de fora das últimas convocatórias da seleção portuguesa de futebol e assumiu que resolveu mudar de clube para poder regressar às opções de Fernando Santos.

"Foi duro ter ficado de fora da fase final da Liga das Nações. Temos de ser honesto com nós próprios. Não estando a jogar, não fazia sentido ter sido convocado. Fiquei triste, mas entendi. Depois da Liga das Nações, pensei que tenho de jogar e que tinha de dar um novo rumo à minha carreira", afirmou João Mário.

O agora jogador do Lokomotiv Moscovo falava aos jornalistas em conferência de imprensa, na Cidade do Futebol, em Oeiras, minutos antes do primeiro treino de Portugal, que prepara o embate de sexta-feira com o Luxemburgo, de apuramento para o Euro2020.

João Mário, por outro lado, também abordou a polémica sobre o tweet de Bernardo Silva para Mendy que pode levar a Federação Inglesa a castigá-lo por racismo. "O Bernardo não está afetado. O Bernardo é uma excelente pessoa, conheço-o há muitos anos, desde as seleções jovens. Vi o que aconteceu, não faz sentido acusar alguém como ele de algo tão grave. Conheço-o bem, não tem nenhuma lógica o que está a acontecer com ele, mas ele é forte e sabe como funcionam as coisas nas redes sociais. Não vai ficar afetado, é forte mentalmente. Ele sabe a verdade, que se tratou de uma brincadeira com um amigo"