Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Portugal

Um balde de água gelada: Portugal falha apuramento direto para o Euro no último minuto dos descontos

A seleção portuguesa foi derrotada pela Finlândia, em Helsínquia, com um golo no último minuto do tempo de compensação, e viu as finlandesas assegurarem a única vaga direta de qualificação para o Euro 2021

tribuna expresso

FPF

Partilhar

Foi um final cruel, no frio de Helsínquia, para um jogo equilibrado em que as oportunidades de golo escassearam. Quando portuguesas e finlandesas já pegavam nas calculadoras para perceber como se iria definir a qualificação para o Euro 2021 na última jornada do grupo E, a disputar na terça-feira, a finlandesa Linda Sällström, avançada do Paris FC, marcou o único golo do jogo, num remate colocado à baliza de uma surpreendida Patrícia Morais, aos 90'+3'.

Foi no último minuto dos descontos que as finlandesas asseguraram, assim, o 1.º lugar do grupo, com 19 pontos, e a respetiva qualificação direta para o Euro 2021, depois de terem ficado de fora do Euro 2017, em que esteve Portugal.

Agora, a seleção portuguesa, que tem 16 pontos, terá de esperar pela última jornada do grupo, em que defronta a Escócia, para saber se ainda se consegue apurar diretamente, como uma das segundas melhores classificadas, algo improvável; ou se terá de disputar o play-off, hipótese mais provável.

A Escócia já não tem hipótese de se apurar, mas deverá dificultar a vida às portuguesas, tendo em conta que derrotou esta sexta-feira o Chipre, última classificada do grupo, por 10-0.

Das seleções que terminam em 2.º lugar dos grupos, como é o caso de Portugal, as três melhores apuram-se diretamente (sendo contabilizados apenas os jogos contra o primeiro, terceiro, quarto e quintos do grupo, porque há grupos com seis seleções), com uma dessas vagas a estar já ocupada pela Islândia. Mas é praticamente impossível a seleção portuguesa entrar nesse lote, já que não só teria de vencer a Escócia como aumentar drasticamente o número de golos marcados.

Assim sendo, o mais provável é que Portugal tenha agora de disputar o play-off de apuramento para conseguir chegar ao Euro, tal como aconteceu em 2017, quando as portuguesas derrotaram a Roménia, também nessa fase.

Já estão apuradas para o Euro 2021, a disputar em Inglaterra de 6 a 31 de julho de 2022, além das já mencionadas Finlândia e Islândia, as seleções da Bélgica, Dinamarca, Inglaterra, França, Alemanha, Holanda - atuais campeãs europeias -, Noruega, Espanha e Suécia.

FICHA DE JOGO

Jogo de Qualificação para o EURO Feminino Inglaterra 2022
Bolt Arena, em Helsínquia

Árbitra: Kateryna Monzul (Ucrânia)
Árbitras assistentes: Maryna Sriletska e Svitlana Grushko (Ucrânia)
4.ª Árbitro: Anastasiya Romanyuk (Ucrânia)

FINLÂNDIA - PORTUGAL (0-0)

Finlândia: Korpela - Cap., Hyrynen, Westerlund, Kuikka, Koivisto, Alanen, Summanen, Engman, Franssi, Ölling (Rantanen, 80') e Linda Sällström.
Suplentes: Myllyoja, Tamminen, Pikkujämsä, Auvinen, Athisen, Juliette Kempi, Nora Heroum, Danielsson, Kaisa Collin, Lina Salmi e Jutta Rantala.
Treinador: Anna Signeul
Golos: 1-0 Linda Sällström (90'+3)
Disciplina: Amarelos - Summanen (48'), Koivisto (69')

Portugal: Patrícia Morais, Joana Marchão, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Mónica Mendes (Jéssica Silva, 68'), Dolores Silva, Andreia Norton (Fátima Pinto, 80'), Tatiana Pinto, Ana Borges, Cláudia Neto - Cap. e Diana Silva.
Suplentes: Inês Pereira, Rute Costa, Diana Gomes, Catarina Amado, Andreia Jacinto, Vanessa Marques, Carolina Mendes, Ana Capeta e Kika Nazareth.
Treinador: Francisco Neto
Golos:
Disciplina:
Amarelos - Diana Silva (43')