Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Portugal

Fernando Santos anuncia convocados para o arranque da qualificação para o Mundial

O engenheiro irá divulgar a lista, que já se sabe que inclui o estreante Nuno Mendes, às 12h30 desta terça-feira

Lusa

JOSE COELHO

Partilhar

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, anuncia esta terça-feira os convocados para o arranque da qualificação para o Mundial 2022, numa lista que inclui o estreante Nuno Mendes.

Para os primeiros jogos em 2021, diante de Azerbaijão, Sérvia e Luxemburgo, Fernando Santos vai fazer a convocatória às 12:30, na Cidade do Futebol, em Oeiras, com Nuno Mendes a ser um dos nomes que estará na lista, depois de o selecionador português de sub-21, Rui Jorge, ter deixado o lateral esquerdo de 18 anos de fora do Europeu da categoria.

Incerta é a convocatória do guarda-redes Rui Patrício, que saiu lesionado da partida do Wolverhampton com o Liverpool, depois de ter sido involuntariamente atingido por um colega na cabeça.

De fora estará Francisco Trincão e Rafael Leão, chamados aos sub-21, assim como Pedro Gonçalves, melhor marcador da I Liga, que ainda espera pela primeira chamada aos AA.

No meio-campo, com muitas opções, Fernando Santos poderá fazer regressar nomes como João Mário ou André Gomes, ou até mesmo promover a estreia de João Palhinha, em destaque no Sporting.

No ataque, é expectável que se verifique apenas uma alteração, com a saída de Paulinho, lesionado, para a entrada de André Silva, terceiro melhor marcador da Liga alemã.

Estreia da seleção no apuramento para o Mundial a 24 de março

Quatro meses depois de ter encerrado a participação na Liga das Nações, com um triunfo na Croácia, em novembro, a seleção nacional vai estrear-se no Grupo A de apuramento para o Mundial 2022 a 24 de março, em Turim, local escolhido para receber os azeris, face às restrições impostas pela pandemia da covid-19, em substituição do Estádio José Alvalade.

Segue-se a deslocação à Sérvia, em 27 de março, e a visita ao Luxemburgo, três dias depois, antes de uma interrupção de cinco meses na fase de qualificação, que apenas será retomada no início de setembro, devido à fase final do Euro2020, que foi adiado para este ano.