Tribuna Expresso

Perfil

Portugal

Cristiano Ronaldo: “Há momentos difíceis de lidar, principalmente quando sentimos que está uma nação inteira a ser prejudicada”

Capitão da seleção nacional justificou-se no Instagram depois de ter atirado a braçadeira ao chão, na sequência do golo não validado a Portugal num lance muito contestado pelos jogadores portugueses

Tribuna Expresso

MIGUEL A. LOPES/EPA

Partilhar

Numa publicação no Instagram, Cristiano Ronaldo justificou a sua atitude no final do jogo com a Sérvia, em que atirou a braçadeira de capitão ao chão e saiu pela linha final mal soou apito do árbitro, logo após o golo não validado que daria a vitória a Portugal.

“Dou e darei sempre tudo pelo meu país, isso não vai mudar nunca. Mas há momentos difíceis de lidar, principalmente quando sentimos que está uma nação inteira a ser prejudicada”, pode ler-se na publicação.

Cristiano Ronaldo ainda festejou aquele que seria o golo do 3-2, mas a equipa de arbitragem considerou que o remate do português não passou totalmente a linha da baliza da Sérvia. Sem qualquer tecnologia de apoio aos árbitros disponível nestes jogos de qualificação para o Mundial, o lance não foi revisto. Cristiano protestou, recebeu um amarelo e até ao final do encontro não escondeu a indignação.

“Ser capitão da seleção de Portugal é um dos maiores orgulhos e privilégios da minha vida”, escreveu também o jogador da Juventus que terminou o texto com uma mensagem positiva: “Levantar a cabeça e encarar já o próximo desafio! Força, Portugal!”.