Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Portugal

Euro sub-21. Portugal à procura de um título inédito

A seleção de Rui Jorge defronta a Alemanha na final do Europeu sub-21 (20h, RTP1), prova que os portugueses nunca conquistaram

Tribuna Expresso e Lusa

Sandi Fiser

Partilhar

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 procura hoje conquistar um inédito título continental à oitava presença na 23.ª edição do Europeu da categoria, ao defrontar na final a bicampeã Alemanha, no Estádio Stozice, em Ljubljana.

Três dias após afastar a pentacampeã Espanha nas meias-finais (1-0), o conjunto de Rui Jorge encara a vencedora do torneio em 2009 e 2017 e vice-campeã em 1982 e 2019 às 21:00 (20:00 em Lisboa), em encontro com arbitragem do georgiano Giorgi Kruashvili.

Portugal vai disputar pela terceira ocasião a final do Europeu de sub-21, depois das derrotas em 1994 (0-1 com a pentacampeã Itália) e 2015 (3-4 nos penáltis diante da Suécia, após 0-0 no prolongamento), estando com os 23 atletas convocados aptos.

A equipa das ‘quinas’ regressa à capital eslovena proveniente de Maribor, onde venceu o rival ibérico, com um percurso invicto e o melhor ataque do torneio, com 12 golos, para enfrentar outra seleção sem derrotas e com todos os cinco jogos realizados na Hungria.

Na primeira fase, disputada entre 24 e 31 de março, a equipa de Stefan Kuntz venceu os magiares (3-0) e empatou com Roménia (0-0) e Países Baixos (1-1), oponente que reencontrou nas ‘meias’ (2-1), após afastar a Dinamarca (6-5 nos penáltis, após 2-2).

Sem baixas à vista, a ‘mannschaft’ disputará a terceira final consecutiva e a quarta nas últimas sete edições, na tentativa de se destacar no último lugar do pódio de conquistas do Europeu de sub-21, que partilha com Inglaterra, Países Baixos e União Soviética.

Portugal infligiu três derrotas à Alemanha em fases finais e chega à final de Ljubljana moralizado pelos triunfos sobre Croácia (1-0), Inglaterra (2-0) e Suíça (3-0) na primeira fase e pelas passagens recentes diante de Itália (5-3, após prolongamento) e Espanha.

Três desses encontros decorreram na capital eslovena, onde as cores nacionais celebraram há três anos um inédito título europeu de futsal na Arena Stozice, ao lado do palco da final do principal torneio continental de futebol de seleções de ‘esperanças’.

A 23.ª edição do Campeonato da Europa de Sub-21 integra pela primeira vez 16 participantes e tem decorrido na Hungria e Eslovénia, num formato desfasado, devido ao adiamento para este ano do Euro2020, motivado pela pandemia de covid-19.