Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Portugal

Fernando Santos: “Nenhuma equipa vai jogar à maluca. Nem a própria Sérvia, que precisa de ganhar, vai jogar de qualquer maneira”

O Estádio da Luz recebe, no domingo, o derradeiro jogo de apuramento para o Catar 2022: Portugal e Sérvia, seleções com 17 pontos no Grupo A, disputam o primeiro lugar e acesso direto ao próximo Campeonato do Mundo (19h45, RTP)

Tribuna Expresso

NurPhoto/Getty

Partilhar

Sérvia

“Espero o que esperava nos outros jogos. Não vejo que seja diferente. Desde março de 2015 é o sexto jogo que vamos realizar com a Sérvia, nunca jogaram de forma diferente. Pensa o jogo para ganhar, aposta muito nessa questão em termos ofensivos, de procurar situações para fazer golo. Joga numa linha de três, com laterais projetados, com dois médios e três jogadores na frente, com Mitrovic e Vlahovic, e com o Tadic atrás deles. São jogadores com qualidade. Obviamente é uma equipa que gosta de ter bola no pé, de circular, é o que esperamos deles. Já os conhecemos bem. Sabemos como reagem quando não têm bola. São duas equipas que vão procurar vencer o jogo.”

Carga emocional

“Estamos habituados e constantemente habituados. Não é a primeira vez. Em muitos momentos das suas épocas, nos seus clubes, têm cargas emocionais iguais e momentos decisivos. Na seleção também, não é a primeira vez que vamos jogar o último jogo de apuramento no Estádio da Luz. E sempre saiu bem, amanhã vai sair bem também.”

Receita

“Organização, concentração, paixão, intensidade que colocamos no jogo, confiança. É nesses parâmetros que nos devemos centrar para sermos uma equipa forte a atacar, com capacidade para fazer golos; no momento da perda [de bola], procurar reagir e, em termos defensivos, sermos uma equipa equilibrada e forte, para não permitir que a Sérvia faça golos aqui, em Portugal.”

Paciência?

“Portugal vai sempre procurar impor o seu registo, não me parece que seja um jogo de paciência, de esperar o que o jogo vai dar. Acredito que nenhuma equipa vai jogar à maluca, nem a própria Sérvia, que precisa de ganhar, vai jogar de qualquer maneira e tudo para a frente. A Sérvia joga sempre para ganhar. Apesar de ter de procurar esse resultado, não acredito que vá ser uma equipa completamente desequilibrada. Não há nenhuma equipa que possa ganhar desequilibrada. Se se desequilibrarem, terão mais riscos a correr.”

Dupla de centrais [Pepe suspenso]

“Amanhã vou tomar essa decisão, que é importante. Não é só essa questão, que se prende com a questão de o Pepe não poder estar com a equipa. Tenho absoluta confiança nos jogadores que tenho disponíveis para jogar nessa posição e noutras posições, com a convicção que vão corresponder muito bem e que vamos alcançar o nosso objetivo, que é estar apurados para o Campeonato do Mundo de 2022.”