Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Portugal

Rúben Dias: “Nunca, nem por uma vez, joguei um jogo que não fosse para ganhar. A mentalidade é a mesma de sempre”

Para garantir o primeiro posto e a qualificação direta para o Campeonato do Mundo, a formação lusa terá de pontuar diante da Sérvia, num embate com início às 19h45 de domingo, no Estádio da Luz

Lusa

NurPhoto

Partilhar

O defesa Rúben Dias assegurou hoje que a seleção portuguesa de futebol está “muito motivada e com vontade de ganhar” à Sérvia, no domingo, e, assim, garantir a presença no Mundial 2022 de forma direta.

O defesa central do Manchester City fez a antevisão, em conferência de imprensa, ao derradeiro duelo diante do conjunto dos Balcãs, que terá de vencer os lusos, no Estádio da Luz, para terminar no primeiro lugar do Grupo A da qualificação europeia e, assim, tirar a Portugal o passaporte direto para o Qatar, evitando os play-offs.

“Estamos todos muito motivados. Além de ser o jogo que é, da importância que terá, sendo um jogo decisivo a contar para o apuramento do Campeonato do Mundo, existe o fator extra de termos, finalmente, um estádio cheio em nossa casa. Para nós, é especial. É um momento decisivo com os nossos adeptos perto de nós. A energia entre todos nós [jogadores] é boa e positiva”, revelou Rúben Dias.

Para o central, “não haverá grandes segredos”, tendo em conta que duas seleções “se conhecem muito bem”, contudo a equipa das quinas terá de estar “ao nível mais alto”.

“Mal seria se não tivesse refletido sobre o jogo. Temos noção [da equipa deles], porque nos últimos tempos defrontámos esta seleção, conhecemos muito bem e eles também nos conhecem a nós. Não haverá grandes segredos. Vamos ter de estar ao nível mais alto e, quando os níveis estão equilibrados, nós fazemos a diferença. Vamos com muita vontade de ganhar”, declarou.

Apesar do empate ser suficiente para o objetivo luso, Rúben Dias explica o porquê de pensar apenas em vencer.

“Não diria que partimos em vantagem, pelo simples facto de, pensando assim, partimos em desvantagem. É a única forma de encarar este jogo. Nunca, nem por uma vez, joguei um jogo que não fosse para ganhar. A mentalidade é a mesma de sempre”, assegurou.

Portugueses e sérvios são os únicos ainda com possibilidades de se apurarem diretamente para o Mundial 2022, tendo em conta que Luxemburgo (nove), República da Irlanda (seis) e Azerbaijão (um) já estão matematicamente afastados da corrida à fase final.

Para garantir o primeiro posto e a qualificação direta para o Campeonato do Mundo, a formação lusa terá de pontuar diante da Sérvia, num embate com início às 19h45 de domingo e que será dirigido pelo italiano Daniele Orsato.

Em caso de derrota, a seleção portuguesa terá de disputar os play-offs.