Tribuna Expresso

Perfil

Seleções

Fernando Santos e a confiança total no "amigo" Cristiano Ronaldo: "Conheço-o bem e acredito no que ele diz"

Selecionador nacional está ao lado do capitão da Seleção mas escusou-se a comentar as razões que levaram à decisão de não o chamar para os próximos jogos de Portugal

Tribuna Expresso

MARTIN BUREAU/Getty

Partilhar

Como já seria de esperar, Fernando Santos foi bombardeado com questões sobre Cristiano Ronaldo, momentos após ficar confirmado que o capitão da Seleção não é opção para os próximos jogos de Portugal.

Primeiro, o porquê, questão à qual Fernando Santos fugiu. Revelou apenas que a decisão foi tomada numa conversa tripartida entre ele, o jogador e o presidente da FPF, Fernando Gomes. "Pormenores não vou dar. Falámos e a conversa fica entre nós. Já foi explicado que depois de conversarmos entendemos que o Cristiano não estaria nesta convocatória nem na próxima".

Depois, o caso que envolve o jogador português, acusado de violação por uma mulher norte-americana, em 2009, em Las Vegas, nos Estados Unidos. E aí, Fernando Santos colocou-se ao lado do seu "amigo Cristiano Ronaldo".

"Em primeiro lugar estou completamente de acordo que foi a declaração FPF. Apoio sempre os meus jogadores, não só nas questões profissionais mas também nas pessoais, nos tempos mais difíceis. E aqui nem é uma questão de solidariedade: eu acredito naquilo que o jogador publicou. Claramente reafirma que está inocente, que não tem nada a ver com aquilo que está acusado", sublinhou.

“Conheço bem o Cristiano e acredito no que ele diz”, disse ainda.

Fernando Santos frisou ainda que Cristiano Ronaldo continua com a cabeça na equipa e que estas ausências não significam um abandono da Seleção. "Ele sempre mostrou disponibilidade total para representar Portugal", assegurou.