Tribuna Expresso

Perfil

Seleções

Rui Jorge e a convocatória sub-21: "É uma situação nova para nós também enquanto selecionadores, ter de convocar sem o que é palpável"

O Sporting lidera a convocatória com seis futebolistas, seguido de FC Porto e Benfica com cinco cada, para o duplo embate de qualificação com Chipre e Bielorrússia

tribuna expresso e lusa

FPF/Diogo Pinto

Partilhar

Os jovens futebolistas Eduardo Quaresma, Nuno Mendes e Pedro Gonçalves, do Sporting, e Úmaro Embalo, do Benfica, foram hoje chamados pela primeira vez à seleção sub-21, para o duplo embate com Chipre e Bielorrússia.

“É uma situação nova para nós também enquanto selecionadores, ter de convocar sem o que é palpável. E procurando equilíbrio na nossa equipa com coisas que conhecemos, mas não sabemos se neste momento são uma realidade. É tentar procurar esse equilibro, também com jogadores que já nos conhecem melhorzinho, a nossa ideia e forma de pensar”, sintetizou o selecionador Rui Jorge.

A estreia deste quarteto surge em fase decisiva no apuramento para o Euro2021 Eslovénia/Hungria da categoria, cujas regras mudaram devido à pandemia da covid-19, caindo o ‘play-off’ e qualificando-se os primeiros de cada um dos nove grupos mais os cinco melhores segundos.

Rui Jorge assume as dificuldades do seu trabalho causadas pelas alterações motivadas pela pandemia da covid-19, já que chamou atletas “em condições muito diversas”, desde Embalo, que vai disputar na terça-feira pelo Benfica a final da Youth League, a outros que ainda estão de férias.

“É bastante imprevisível tudo o que se venha a passar”, admitiu Rui Jorge, que, ainda assim, exige que os seus pupilos mostrem em campo a clara supremacia ante o Chipre, em 04 de setembro, em Larnaca, e quatro dias depois confirmem na Cidade do Futebol a sua natural superioridade sobre a Bielorrússia.

O selecionador assume que o Chipre “claramente não é da dimensão de Portugal na qualidade dos seus jogadores”, contudo, recorda que o adversário já tem o seu campeonato em andamento e que os lusos têm de mostrar em campo que os seus rivais são “bastante inferiores em termos individuais”.

Discorda que o ajuste dos moldes de apuramento, sem ‘play-off’, aumente a pressão, recordando que, para Portugal, “o objetivo é sempre o mesmo, e isso não vai alterar nada na forma de encarar os jogos”.

A estreia dos jogos na Cidade do Futebol agrada ao timoneiro dos sub-21, pois entende que o facto de a equipa poder jogar onde trabalha regularmente lhe dá “tranquilidade e bem-estar que é preciso aproveitar, muito mais nesta fase difícil” que o mundo vive.

Congratulou-se pela matéria prima que tem recebido com as idas à final da Youth League do FC Porto, campeão em 2019, e do Benfica, que defronta na terça-feira o Real Madrid no jogo decisivo, contudo, recorda que os jovens têm ainda um longo caminho até atingirem o sucesso.

O Sporting lidera a convocatória com seis futebolistas, seguido de FC Porto e Benfica com cinco cada.

Lista dos 23 convocados

- Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), João Virgínia (Everton, Ing) e Luís Maximiano (Sporting).

- Defesas: Diogo Leite (FC Porto), Diogo Queirós (FC Porto), Eduardo Quaresma (Sporting), Nuno Mendes (Sporting), Pedro Pereira (Benfica), Rúben Vinagre (Wolverhampton Wanderers, Ing), Tiago Djaló (LOSC Lille, Fra) e Tomás Tavares (Benfica).

- Médios: Daniel Bragança (Sporting), Fábio Vieira (FC Porto), Florentino (Benfica), Gedson Fernandes (Tottenham Hotspur, Ing), Miguel Luís (Sporting), Pedro Gonçalves (Sporting) e Vítor Ferreira (FC Porto).

- Avançados: Dany Mota (AC Monza, Ita), João Filipe 'Jota' (Benfica), Pedro Neto (Wolverhampton Wanderers, Ing), Rafael Leão (AC Milan, Ita) e Umaro Embaló (Benfica).

As surpresas de Fernando Santos numa convocatória "atípica"

Portugal regressa à competição, quase um ano depois, e Fernando Santos reservou duas surpresas - Rui Silva e Trincão - na convocatória para os jogos contra Croácia e Suécia, da nova edição da Liga das Nações, em que a seleção vai defender o troféu que detém