Tribuna Expresso

Perfil

Seleções

Ibrahimovic voltou à seleção da Suécia, aos 39 anos. E pela primeira vez cantou o hino

Suécia bateu a Geórgia por 1-0, com direito a assistência do avançado que regressou à seleção quase cinco anos depois. Prometeu ao selecionador aprender o hino e cantá-lo. E cumpriu

Lusa

Pontus Lundahl

Partilhar

O avançado Zlatan Ibrahimovic cantou esta quinta-feira pela primeira vez o hino nacional antes de um jogo, a vitória com a Geórgia (1-0), após uma promessa feita ao selecionador de futebol da Suécia que o fez regressar.

“Prometi a Janne [Andersson] que cantaria. Aprendi a letra”, declarou, após cumprir a 117.ª internacionalização aos 39 anos, numa partida em que se tornou o mais velho jogador de sempre a alinhar pela Suécia.

Em Estocolmo, na Friends Arena que inaugurou em 2012 com quatro golos à Inglaterra (4-2), o máximo goleador da seleção sueca, com 62 tentos, voltou a ajudar a sua seleção: fez o passe para o golo decisivo, de Claesson, no arranque do grupo B de qualificação para o Mundial2022.

‘Ibra’, avançado do AC Milan, tinha deixado a seleção após o Euro2016, ganho por Portugal, e regressou mais de quatro anos e meio depois para fazer parelha na frente com Isak e para ‘abraçar’ um “sistema novo”, como classificou.