Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Juventude Leonina lamenta agressões de Alcochete e rejeita responsabilidades

A Juventude Leonina lamentou hoje os acontecimentos de terça-feira na Academia de Alcochete, que envolveram agressões a jogadores da equipa principal de futebol do Sporting e a elementos da equipa técnica, e rejeitou responsabilidades neste caso

Expresso e Lusa

A Juve Leo é a claque principal do Sporting

Pedro Fiuza/Getty

Partilhar

Num comunicado divulgado na sua página do Facebook, a Juventude Leonina diz não se rever nos atos praticados na Academia de Alcochete, que na terça-feira foi invadida por cerca de meia centena de pessoas, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', que entraram no balneário da equipa principal e agrediram vários jogadores e membro da equipa técnica.

"A Juventude Leonina lamenta profundamente o ocorrido e não se pode rever nos atos praticados contra o Sporting Clube de Portugal", escreve a organização, recordando que é a claque mais antiga de Portugal e tem mais de 7.000 sócios.

Na mensagem divulgada no Facebook, a Juventude Leonina diz ainda que não pode admitir os ataques de que tem sido alvo, "lá porque aparece uma pessoa com a camisola da claque" no grupo dos agressores que invadiram a academia.

"A Juventude Leonina estará presente em grande força no Jamor para ajudar a conquistar a 17.ª Taça de Portugal", acrescenta a claque, que termina a mensagem escrevendo "Um dia Juve Leo, Juve Leo até morrer, Sporting Sempre!".

Entre os jogadores agredidos na terça-feira estão Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic.

O Governo repudiou os incidentes de terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, que considerou atos de vandalismo e criminosos.

Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 pessoas presumivelmente envolvidas neste caso.

Entretanto, o Ministério Público confirmou a existência de uma investigação sobre os incidentes em Alcochete.
A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

O treino de terça-feira era o primeiro depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa do Sporting para o terceiro lugar da I Liga.