Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Eleições: Carlos Vieira sai de cena e fala em "deliberação injustificada, injusta e inapropriada" da "não eleita Comissão de Fiscalização"

Antigo vice-presidente de Bruno de Carvalho já não é candidato às eleições do Sporting e sublinha que a sua lista não vai candidatar ninguém em seu nome

Lusa

Partilhar

O antigo vice-presidente do Sporting Carlos Vieira anunciou esta quarta-feira a saída da corrida às eleições do clube, marcadas para 8 de setembro, devido à suspensão imposta ao antigo dirigente pela Comissão de Fiscalização.

"Face à deliberação injustificada, injusta e inapropriada da nomeada e não eleita Comissão de Fiscalização do Sporting (...), não iremos formalizar a nossa candidatura, nem candidataremos ninguém em nosso nome", lê-se no comunicado da lista encabeçada por Carlos Vieira, que contava com os também suspensos Luís Gestas, Rui Caeiro e José Quintela, assim como o também ex-dirigente Luís Roque.

Na mesma mensagem, o antigo vice-presidente 'leonino', que tal como o ex-presidente Bruno de Carvalho, foi suspenso por um ano, recupera o comunicado da passada sexta-feira, no qual denunciava: "parece que houve o intuito de impedir que sócios que muito deram ao clube pudessem cumprir o seu direito legítimo de associados e de se candidatarem ao próximo ato eleitoral de 8 de setembro".