Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

A mensagem para Geraldes, os 50 marrecos e o cineasta de Hollywood - BdC no 5 para a meia-noite

BdC confirmou, durante a sua participação no da RTP “5 para a meia noite”, que enviou mensagens a criticar o plantel do Sporting para André Geraldes na sequência da derrota dos leões com o Marítimo, na última jornada do campeonato passado

Expresso

NurPhoto

Partilhar

Na quinta-feira à noite, Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting, regressou à praça pública - no estilo que lhe é habitual. Durante a sua participação no da RTP “5 para a meia noite”, BdC confirmou que enviou mesmo mensagens a criticar o plantel do Sporting na sequência da derrota dos leões com o Marítimo, na última jornada do campeonato passado, para André Geraldes.

“P*** que vos pariu a todos. Esse Rui [Patrício] é o rei! Vão-se f****!”, escreveu então o ex-presidente do clube de Alvalade.

Questionado a propósito desta mensagem, BdC confirmou. “Mandei sim. Vou explicar algo que é humano. Estávamos a fazer um jogo que era importantíssimo para os sportinguistas e para o equilíbrio financeiro do clube. Perdemos 20 a 30 milhões de euros e demos esse valor a um rival direto. Acho que a minha mensagem até foi muita calminha. Se ouvissem o que disse ao intervalo do Sporting-V. Setúbal da final da Taça da Liga, fugiam todos daqui”, disse Bruno de Carvalho.

BdC nega ter incentivado o ataque ao plantel em Alcochete

Ainda durante o mesmo programa televisivo, o ex-presidente do Sporting rejeitou todas as suspeitas - que têm circulado nos jornais - de que terá tido incentivado o ataque dos adeptos em Alcochete. “Jamais em tempo algum, pela minha personalidade, nem de forma direta ou indireta, criaria qualquer problema a um jogador. As pessoas conhecem-me um pouco mal. Se quiser confrontar uma equipa não preciso de 50 marrecos com capuz, basto eu e o balneário vai todo ao ar", atirou.

Já na rúbrica final do “5 para a meia noite”, a “pressão no ar” Bruno de Carvalho foi a submetido a uma série de questões relâmpago, às quais este tinha de responder de forma curta e célere.

Confrontado com o nome Frederico Varandas ( o seu sucessor em Alvalade), BdC disse: “esse não dá com uma palavra só: cineasta de Hollywood”. Já Pinto da Costa, líder do FC Porto, recebeu o cognome de “boa onda”.