Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Pinto da Costa ligou a pedir desculpa, mas Frederico Varandas diz que não chega: “Vamos pedir uma audiência com urgência ao Governo”

O presidente do Sporting falou sobre os casos de violência no Dragão Caixa e no Estádio do Bessa, em conferência de imprensa

Tribuna Expresso e Lusa

Tiago Miranda

Partilhar

O presidente do Sporting disse esta segunda-feira que vai pedir ao Governo uma audiência urgente para debater os casos de violência no desporto, em conferência de imprensa realizada na sequência de agressões no Dragão Caixa e no Estádio do Bessa.

"Vamos pedir uma audiência com urgência ao Governo e solicitar reuniões a todas as federações e ligas em que participamos para que estes casos não se repitam", disse Frederico Varandas, referindo-se às agressões verificadas no sábado no Dragão Caixa, por ocasião do jogo de hóquei em patins entre FC Porto e Sporting, e uma semana antes no recinto do Boavista, em jogo da I Liga de futebol.

O líder 'leonino' confirmou que recebeu telefonemas a pedir desculpas por parte do presidente do FC Porto, Pinto da Costa, bem como dos líderes da SAD e do clube 'axadrezados', Álvaro Braga Júnior e Vítor Murta, respetivamente, mas considerou que estes pedidos de desculpas são insuficientes perante a gravidade dos factos.