Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Termina assim “o ano mais incrível” da vida de Luiz Phellype

Ponta de lança do Sporting apontou a última, e decisiva, grande penalidade no clássico da final da Taça de Portugal

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Começou a época no Paços de Ferreira, de onde saiu no primeiro lugar e como melhor marcador, e é por isso campeão da II Liga. Ainda a época ia a meio quando Luiz Phellype chegou ao Sporting, para substituir o acabado de sair Fredy Montero. Seguiu-se um período de adaptação e de bolas ao lado, mas as lesões de Bas Dost abriram caminho para o brasileiro se fazer herói do final de época dos leões.

“Este foi o ano mais incrível da minha vida”, confirmou esta tarde o avançado, ao reagir à vitória da equipa na final da Taça. “Não tenho como falar muito (...) Poder saltar para um grande clube e ser campeão três vezes [um campeonato e duas taças] numa época é muito emocionante. É dificil chegar a um clube em Portugal. Vivi uma fase dificil aqui e agora que pude conquistar tudo isso é muita felicidade. Não consigo expressar-me muito bem”, desculpou-se o goleador das últimas jornadas do Sporting.

Luiz Phellype teve uma sequência de oito golos em nove jogos para o campeonato e foi esta tarde o homem do último penálti. Bola para um lado, guarda-redes para o outro e estava fechado o ano mais feliz da vida do avançado.