Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Insultos, palavrões, comentários duvidosos nas redes sociais: quem é o “muito belicoso” novo advogado de BdC

Chamou nomes a Marta Soares, insultou magistrados, utilizou vernáculo e colocou a legenda "corruptos traficantes" para se dirigir ao Benfica. Miguel A. Fonseca é advogado Bruno de Carvalho, pelo menos, desde novembro do ano passado e esteve, esta terça-feira, no Campus de Justiça, em Lisboa, no âmbito do Caso de Alcochete

Diogo Pombo e Rui Gustavo

Partilhar

Miguel A. Fonseca tem vários processos disciplinares em aberto na Ordem dos Advogados e representa Bruno de Carvalho, pelo menos, desde novembro de 2018. Já foi várias vezes condenado em penas de multa e advertências. É, ou já foi, sócio do Sporting Clube de Portugal e usou as redes sociais para publicar insultos a personalidades como Sousa Cintra, Jaime Marta Soares, Álvaro Sobrinho ou José Maria Ricciardi, ou fazer comentários de cariz homofóbico.

Em outro processo, foi condenado a pagar 1.500 euros de multa por "violação do dever de urbanidade", que só pagou depois de ser suspenso no final do ano passado. “É muito belicoso e tem vários conflitos com os magistrados, policiais e responsáveis das cadeias”, diz uma fonte judicial, à Tribuna Expresso. “Os problemas não são propriamente com os clientes”, acrescenta.

É motard e ofereceu-se para defender os associados do Moto Clube de Faro que foram multados pela polícia durante a concentração anual. Também é advogado de um dos elementos dos Hells Angels e, durante o interrogatório, criticou a Polícia Judiciária (PJ) por não ter impedido o ataque deste grupo motard a um rival num restaurante no Prior Velho. “Tinham o local vigiado e ninguém interveio”, disse na altura.

No primeiro interrogatório a Bruno de Carvalho esteve presente no tribunal, com o advogado José Preto, mas não teve qualquer intervenção.

As aparições de Miguel A. Fonseca nas redes sociais começaram, de forma ativa, em março de 2018, ainda Bruno de Carvalho era presidente do Sporting - estava a cerca de três meses de ser destituído pelos sócios do clube, em Assembleia Geral extraordinária realizada na Altice Arena, em Lisboa, a 23 de junho, depois dos ataques à Academia de Alcochete.

Nessa assembleia, Miguel A. Fonseca terá falado aos presentes, enquanto sócio, durante dois minutos e 23 segundos. É o tempo que consta no ecrã gigante que estaria no interior do pavilhão, durante o evento, a listar as intervenções, do qual o advogado captou uma fotografia para publicar nas suas contas de Twitter e Instagram. Não foi possível apurar se, por essa altura, já representava o ex-presidente do Sporting.

Antes e depois, Miguel A. Fonseca utilizou as redes sociais para se pronunciar sobre vários temas. Entre futebol, casos de arbitragem, processos judiciais, notícias ou assuntos mais do quotidiano, o advogado publicou mensagens com palavrões, ofensas e insultos. Os alvos: Sousa Cintra, Luís Filipe Vieira, Jaime Marta Soares, Álvaro Sobrinho ou José Maria Ricciardi.

Aos três últimos chamou “inúteis parasitas”, a 17 de junho de 2018. Endereçou-se Gelson Martins por “macaco”, a 21 de junho, termo que também usou para escrever sobre Marta Soares.

Tanto no Instagram, como no Twitter, o advogado tem algumas publicações de teor homofóbico. Numa fotografia do que aparenta ser um travesti, escreveu a seguinte legenda: "Olha um gajo cruzar-se com isto na rua com isto?".