Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Bruno Fernandes: "As ideias do mister Silas são muito positivas. Acho que os adeptos vão gostar cada vez mais e ser mais pacientes"

O capitão do Sporting, que marcou pelo sexto jogo seguido esta época, disse, após a vitória (2-1) custosa frente ao LASK Linz, para a Liga Europa, que as próximas duas semanas sem competição vão ser preciosas para a equipa trabalhar as ideia de jogo de Silas

Tribuna Expresso

MANUEL DE ALMEIDA/Lusa

Partilhar

O jogo e a pressão do LASK

"Não, a equipa não foi apanhada de surpresa porque o mister Silas já nos tinha passado a mensagem que eles eram muito intensos, que eram uma equipa que pressiona muito forte, sabíamos disso. Encontrámos algumas dificuldades pela qualidade deles, sobretudo pela intensidade.

Corrigimos aquilo que tínhamos de corrigir ao intervalo, falámos entre nós sobre o que poderíamos e teríamos que fazer melhor. E, na segunda parte, mostrámos uma dinâmica diferente, mais qualidade também com bola, apesar de cometermos alguns erros pela intranquilidade que temos e a falta de confiança que ainda sentimos.

Mas, agora, com estes resultados positivos e estas duas semanas de trabalho, mais tranquilas porque não temos campeonato ou taças, o mister vai passar-nos todas as mensagens que tem a passar, porque, até agora, tivemos pouco tempo de trabalho."

A impaciência dos adeptos

"Tentamos fazer o nosso jogo. Obviamente que toda a gente quer ver bom futebol, nós também queremos. Sabemos que os adeptos exigem muito de nós, estamos num clube exigente e sabemos dessa exigência.

Também falámos disso ao intervalo. Temos consciência, sabíamos que tínhamos de assumir o jogo, dar-nos mais ao jogo e não nos esconder atrás dos adversários, dar mais linhas de passe.

Acho que, a partir de agora, com mais confiança, a equipa vai começar a jogar melhor, porque as ideias do mister são muito positivas, mais ofensivas e de um jogo de posse. Acho que os adeptos vão gostar cada vez mais e ser mais pacientes, porque vão perceber que o nosso jogo passa muito por ter bola e encontrar os movimentos certos. Hoje encontrámos uma equipa muito intensa que nos dificultou isso."

Golo de Luiz Phellype foi o despertador

"Não digo isso, mas deu-nos uma força a mais. Fizemos o 1-1, os nosso adeptos acenderam-se um bocadinho e deram-nos o apoio que era preciso para chegarmos ao 2-1."