Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Porque é que Amorim deixou Mathieu de fora? Um colete GPS

O jornal "A Bola" garante na sua edição de domingo que a opção de não levar o francês para o jogo com o Paços de Ferreira foi meramente técnica. O central não cumpriu o que está estipulado e terá assim atravessado a tal "linha" que o treinador considera inultrapassável

Tribuna Expresso

AFP Contributor

Partilhar

Logo a seguir ao triunfo do Sporting diante do Paços de Ferreira, por 1-0 (golo de Jovane Cabral), Rúben Amorim disse em conferência de imprensa que Mathieu não tinha ido a jogo porque havia "uma linha" no plantel - e essa teria sido ultrapassada pelo francês. O treinador garantiu, também, que não olhava a currículos e ao passado, mas apenas ao que era produzido no treino e no jogo.

Segundo o jornal "A Bola", Amorim terá preterido Mathieu por este ter retirado o colete GPS, que todos os elementos do plantel usam, ao intervalo do jogo anterior, com o Vitoria de Guimarães; aliás, a aversão de Mathieu ao GPS começara num dos treinos que antecederam o encontro com os minhotos, tendo o central forçado a tal "linha" ao não querer vesti-lo.

O colete GPS monitoriza o desempenho dos futebolistas, recolhendo dados importantes para serem analisados posteriormente pela Unidade de Performance do Sporting.