Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Tabata é 100% do Sporting, mas os 90% de uma futura venda são do Portimonense. A não ser que...

O Sporting especificou as compras e as vendas deste mercado de transferência e a maior curiosidade prende-se com o negócio feito pelo extremo brasileiro contratado ao Portimonense

Tribuna Expresso

SCP

Partilhar

Dois dias depois do fecho do mercado, o Sporting anunciou, no jornal oficial do clube, de que forma foram feitas as compras e as vendas em Alvalade, das contratações de Adán, Nuno Santos, Feddal ou Bruno Tabata, aos empréstimos conseguidos por Pedro Porro ou João Mário, às vendas de Matheus Pereira, Marcus Acuña e Wendel.

Entradas

O Sporting contratou a custo zero os seguintes futebolistas: André Paulo (ao Real SC), Antunes (Getafe), António Adán (Atlético de Madrid) e Geny Catano (Amora). Por outro lado, investiu 6,5 milhões de euros em Pedro Gonçalves, sendo que o Famalicão tem direito a 50% do valor de uma futura venda; assegurou Zouahir Feddal (Bétis) por €2,15 milhões; comprou Nuno Santos por 3,75 milhões de euros ao Rio Ave, que fica com 20% de uma futura venda; e gastou 5 milhões de euros por Tabata, mas o Portimonense tem direito a 90% de uma futura venda do jogador. Se o Sporting quiser baixar a margem de lucro dos algarvios para 50% numa eventual transferência, terá de pagar 4,5 milhões de euros.

Por outro lado, o clube especificou que Pedro Porro (do Manchester City) chegou com opção de compra, algo que não sucede com João Mário (Inter de Milão).

Saídas

Foram algumas: Mauro Riquicho (CD Fátima) a custo zero, com o SCP a ter 50% de uma futura venda; Francisco Geraldes e Gelson Dala (Rio Ave), também sem custos, com o Sporting a ter 25% de futuras vendas, além dos direitos de preferência sobre o médio e sobre o avançado; Rafael Barbosa (Tondela) e André Geraldes (APOEL), saíram 'grátis', e o Sporting tem 50% de futuras vendas e direito de preferência sobre o atleta, tal como Miguel Luís (Vitória de Guimãres).

Por outro lado, o Sporting transferiu Matheus Pereira (West Bromwich Albion) por 9,132 milhões de euros, Marcus Acuña (Sevilla) por €10,5 milhões + €2 milhões e Wendel por €20,3 milhões + €4 milhões e emprestou vários futebolistas: Filipe Chaby (Académica de Coimbra), Rodrigo Battaglia (Alavés, que fica com opção de compra), Eduardo Henrique (Crotone, idem), Leonardo Luiz (Logroñés, idem), Pedro Mendes (Almería, idem), Matheus Oliveira (Coritiba), Idirissa Doumbia (Huesca, que fica com opção de compra); Diaby (Getafe, idem) e Valentin Rosier (Beskitas, por 200 mil euros).