Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Sporting

Rúben Amorim: "Pareceu-me algo ansiosa a equipa. O treinador também tem de ajudá-los a passar estes momentos"

Aos microfones da Sport TV, o treinador do Sporting assumiu que o jogo frente ao Santa Clara, apesar da vitória, foi dos menos conseguidos da sua equipa esta época, mas frisou a reação dos jogadores ao empate e a procura do golo da vitória, que aconteceria nos descontos

Tribuna Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA/Getty

Partilhar

Passividade

“Um jogo que começou com um sentimento de alguma passividade do Sporting. Não foi o melhor dos nossos dias. Fomos passivos em muitos momentos do jogo e a reação ao golo vem provar isso mesmo porque aí aceleramos o jogo, sentimo-nos apertados e estes jogos sempre a vencer e sem perder dá-nos isto. Conseguimos fazer o golo na primeira oportunidade e depois deixámos passar o tempo. As vitórias trazem isso e nós não estamos preparados. Temos de melhorar e começa sempre pelo treinador. Mas depois vem a reação da equipa e aí é coração, às vezes não tem nada a ver com técnica ou tática. Apareceu hoje outra vez”

Um dos piores jogos?

“Sim, sem dúvida. Sabemos do grupo que temos, da juventude que temos, pareceu-me algo ansiosa a equipa. O treinador também tem de ajudá-los a passar estes momentos. Mesmo assim fomos consistentes defensivamente, sofremos um jogo de ressalto. Depois do golo começámos a jogar”

Objetivo das alterações

“Queria ter bola. Porque nós não estávamos a conseguir segurar e o Dani dá-nos isso. O Nuno Mendes não estava bem e tínhamos de mudar alguma coisa. O Nuno faz parte do crescimento dele, são juniores. Percebia-se que precisávamos ali de outro jogador. O Matheus estava preparado, foi um grande reforço a meu veu. O Dani merece jogar mais, a culpa também é do treinador aí. O Nuno Santos deu-nos profundidade e o Jovane foi para ter gente na frente”

Mais um golo nos descontos

“É acreditar, uma vez muito bem, duas, agora muitas vezes… e viu-se pela forma como a equipa reagiu ao golo do Santa Clara. Jogámos poucos minutinhos mas bons”

22 jogos no campeonato sem perder

“Eu sinceramente só quero ganhar ao Tondela. Isto está tão difícil cada jogo que o que nos interessa é ganhar ao Tondela”