Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Rúben Amorim e a covid-19: "Temos agora duas semanas de paragem e o treinador fica naquela: será que é melhor apanhar agora?"

Na conferência de imprensa de antevisão do Sporting-Vitória Guimarães (sábado, 20h30), Rúben Amorim falou sobre os casos de covid-19 no plantel e revelou que Paulinho está de volta após lesão

Tribuna Expresso

Jose Lorvao/Getty

Partilhar

O jogo contra um Vitória num momento menos positivo

"O foco não foi claramente esse. É uma equipa muito boa, não passa por um bom momento mas estes são jogos especiais. O nosso foco foi na qualidade do plantel, tem baixas na defesa, mas na frente tem jogadores de qualidade do melhor que há em Portugal. Estamos preparados para isso. O foco foi continuar a melhorar a nossa equipa. Sabemos que as equipas se fecham bem, como o Tondela, e criam-nos dificuldades para criar oportunidades de golo. Tínhamos mais espaço no início, é normal. O foco foi a qualidade do Guimarães, não tanto o momento que está a viver, olhamos para o que podemos melhorar para ganhar ao Vitória."

Casos de covid-19 no Sporting

"É sempre mau ter casos. Fazemos sempre tudo para evitar os casos mas há coisas que não controlamos. O que podemos fazer é sermos ainda mais rigorosos quando acontece um, se é que isso é possível. É ir testando. Temos agora duas semanas de paragem e o treinador fica naquela: será que é melhor apanhar agora? [risos]."

Regresso de Paulinho

"É mais uma opção, é uma boa notícia para nós. O Paulinho dá-nos outras coisas para criar mais oportunidades de golo, tem características diferentes e a equipa é mais forte assim."

Há quebra do Sporting?

"Quebra de intensidade foi mais no Santa Clara e não no Tondela. Não tivemos assim tantas oportunidades mas os adversários também não. Os adversário também se preparam bem e nós temos de evoluir como equipa e aí a culpa é do treinador, não é dos jogadores. Vamos tentando introduzir outras nuances. Jogamos contra boas equipas, o Santa Clara esteve muito bem, no Tondela tivemos às vezes 70% de posse de bola, mas às vezes é muita gente atrás da linha da bola. São fases da época, o importante é ganhar e melhorar a nossa fluidez no jogo. Fazemos isso durante a semana e esperamos que os jogadores e o treinador ajude o Sporting a ser melhor."

Teme que a covid-19 impeça o Sporting de ser campeão?

"Não tememos nada. Tivemos um surto no início, agora tivemos dois casos. O que vamos continuar a fazer é proteger os jogadores. Temos muito jovens e podemos incluir jovens na convocatória e treiná-los. Não há nada a temer, sabemos que isto faz parte deste campeonato. É ter sorte e fazer o melhor possível. Não controlamos o que vai acontecer. É testar e ficar de consciência tranquila. Treinar os miúdos e seguir em frente."

Jovens convocados

"Obviamente vamos chamar. Fizemos um plantel curto para escolher estes jovens, é uma boa oportunidade e penso que estarão preparados."

Nuno Mendes e Palhinha na seleção

"É mérito deles e dos colegas, trabalharam muito e evoluíram muito. O Nuno evoluiu muito desde os sub-19 até agora. O Palhinha também é uma chamada justa, tem características diferentes dos jogadores da seleção naquela opção."

O sistema é para manter?

"Vamos ver, não vou entregar tudo aqui, às vezes jogamos com dois na frente, com um falso nove, um médio defensivo mais declarado ou juntos... Vamos variando para melhorar a nossa fluidez de jogo."

Daniel Bragança vai jogar mais?

"O Dani tem crescido muito, mesmo a nível físico. É a primeira época de futebol profissional, tem 21 anos mas é a primeira vez que está na Liga. Já merecia ter mais oportunidades mas a culpa é do Palhinha, do João Mário e do Matheus, por mim ele jogava."

Porro na seleção espanhola

"Ele é muito bom, quando chegou tinha falta de confiança. Não o conhecia, foi proposto pelo scouting. A forma como o [Hugo] Viana fez o contrato de dois anos também foi boa. O sistema ajuda o Porro, ofensivamente já sabíamos que era perfeito. Agora tem de trabalhar muito na seleção A espanhola mas agora o foco é no jogo de amanhã. Mas é um miúdo espectacular e merece toda a sorte do mundo. Tem de manter não durante meses mas durante anos, o que é o mais difícil."

Decisão do TAD favorável a Palhinha

"Sempre estive aliviado. Era só a questão de saber se está pronto para ir a jogo. Nesta semana até foi bom porque ficámos sem o Matheus. É bom para o Palhinha e para o Sporting."