Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sporting repudia ataque a membros de claque "por um grupo de adeptos do clube rival"

Elementos da claque Torcida Verde foram atacados esta tarde em Alvalade alegadamente por membros dos Diabos Vermelhos, claque afeta ao Benfica

Tribuna Expresso

David Ramos

Partilhar

O Sporting manifestou-se contra o que diz ser "atos de violência gratuita contra a Torcida Verde", num ataque desencadeado "por um grupo de adeptos do clube rival", pode ler-se num comunicado publicado no site oficial dos leões.

Um grupo de elementos da claque Torcida Verde terá sido esta segunda-feira atacado nas imediações do Estádio de Alvalade. De acordo com o jornal "Record", os atacantes seriam elementos da claque Diabos Vermelhos, afeta ao Benfica, e alguns dos adeptos tiveram de receber assistência médica.

"O Sporting CP continuará sempre a defender que a cultura de medo, de conflito e de violência deve ser banida do futebol português", diz ainda o comunicado do líder da I Liga.

Leia aqui o comunicado na íntegra:

"O Sporting Clube de Portugal repudia veemente os actos de violência gratuita contra a Torcida Verde desencadeados por um grupo de adeptos do clube rival.

Situações desta natureza não dignificam o Desporto nacional nem são representativas do Futebol em particular. O Sporting CP continuará sempre a defender que a cultura de medo, de conflito e de violência deve ser banida do futebol português.

O Desporto é e deve ser cada vez mais um espaço saudável e não de agressão, criminalidade, ameaça e ódio.

É importante que as entidades competentes e que o mundo do Desporto se unam para que estes acontecimentos não se repitam.

Estes não são os valores que queremos para o Desporto nacional. Estes não são os valores que representam o ADN do Sporting CP.

À Torcida Verde, todo o nosso apoio.

Onde vai um, vão todos"